quinta-feira, 24 outubro 2019
Início / Conteúdo / Victor Chaves explica vídeo irônico de agressão – Primeiro Plano

Victor Chaves explica vídeo irônico de agressão – Primeiro Plano

[ad_1]

Victor Chaves publicou um novo vídeo no YouTube e nas redes sociais para explicar a gravação anterior em que ironiza a acusação de agressão contra ele e as brigas envolvendo o irmão Leo, com quem fez dupla sertaneja.

O cantor afirma que a intenção era fazer uma sátira, provocar as pessoas, mas não no sentido de “chamar para a briga”.

No novo vídeo, ele afirma que não brincaria com fatos da própria vida porque isso não faria sentido.

“Trata-se de um vídeo em que há dois personagens, então, embora o nome seja meu e a imagem seja a minha e eu não seja ator, eu me propus a atuar, então são dois personagens, um o entrevistador e outro o entrevistado”, iniciou o cantor.

Victor diz que o entrevistador está simbolicamente sem camisa para representar “o profissional da mídia que não veste a camisa da investigação dos fatos que publica”. “Não só não veste como vende aquilo que bem entende como… de maior lucratividade, e isso tem a ver com quem vai comprar, que não questionar, não raciocina e acredita cegamente.”

Segundo o cantor, o entrevistado está de camisa porque representa “a classe daqueles que não se posicionam nunca, que dão respostas desejáveis, esperadas, para que continuem sendo ovacionados de forma santificada e não se posicionam, não dizem o que pensam, não querem polêmica”.

Quanto à primeira pergunta, sobre os supostos 15 chutes na barriga de uma grávida, Victor diz que ela cai no ridículo e “é motivo de riso da parte do entrevistado, um riso quase doentio”. A segunda pergunta, conforme explicação dele, faz a primeira ser mais ridícula ainda. Nesse ponto, Victor faz um comentário: “Eu respondo por vias de fato, fui indiciado por vias de fato e não sou criminoso”.

Sobre as brigas que teria tido com o irmão Leo, o cantor afirma que a mídia tentou arranjar um motivo para o fim da dupla, em 2018, sendo que, segundo ele, o término “foi uma atitude estudada, pensada , ensaiada, levou tempo pra gente se organizar”.

“Paramos porque quisemos, mas a mídia encontra um campo fértil em pessoas que não vão raciocinar nem questionar e diz que a dupla parou tentando conectar com a acusação que eu tinha sofrido. Isso não pegou, não funcionou, aí eles arranjaram outro álibi: ‘vamos dizer então que foi porque eles brigavam demais’, aproveitando-se de uma coletiva de que o Leo participou e ele falou brincando, num tom brincalhão, das brigas de irmãos”, continuou Victor na explicação. “Se fosse assim, teríamos parado já no primeiro ano.”

O cantor sertanejo retoma que o intuito do primeiro vídeo foi fazer uma sátira. “O interesse dessa sátira foi mesmo de provocar, mas provocar não é chamar para a briga. Provocar é provocar o raciocínio lógico, a cognição, o questionamento, uma inteligência adormecida, a indagação. Esse é o sentido de uma sátira.”

“Eu acredito num mundo melhor e o ensejo desta sátira, desse vídeo é provocar você ou quem quer que seja para isso, para que você possa viver num mundo em que seja possível discordar sem agredir, viver num mundo em que seja possível discordar respeitando, sem xingamentos, sem hostilidade. É possível”, finaliza.

Clique aqui.

[ad_2]
Click aqui e acesse o artigo original
https://www.hojeemdia.com.br/primeiro-plano/victor-chaves-explica-v%C3%ADdeo-ir%C3%B4nico-de-agress%C3%A3o-1.694205

Veja também...

Brasil continuará incomodando países concorrentes no agronegócio, diz ministra – Economia

[ad_1] A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, disse nesta segunda-feira, 11, em Não-me-Toque (RS), onde …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.