sexta-feira, 18 outubro 2019
Início / Conteúdo / USP e UFRJ são as brasileiras com melhor colocação no ranking de Xangai

USP e UFRJ são as brasileiras com melhor colocação no ranking de Xangai

[ad_1]

As universidades norte-americanas, com Harvard no topo, dominam a edição 2018 do ranking de Xangai, publicado nesta terça-feira (14), no qual a Universidade de São Paulo (USP) e a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) são as brasileiras mais bem colocadas.

Na 195ª posição está a USP, a universidade brasileira melhor avaliada entre as brasileiras, seguida pela UFRJ, na 314ª colocação.

O ranking de Xangai é um estudo elaborado desde 2003 pelo gabinete independente Shanghai Ranking Consultancy, que avalia 500 estabelecimentos de ensino superior de todo o mundo.

Na edição de 2018, o top 10 deste ranking é idêntico ao do ano passado. Harvard lidera pelo 16º ano consecutivo a classificação, seguida por sua compatriota Stanford e pela britânica Cambridge. 

As universidades americanas ocupam oito dos 10 primeiros lugares.

Como no ano passado, apenas quatro universidades não americanas estão entre as 20 melhores: Cambridge, Oxford, University College de Londres e o Instituto Federal de Tecnologia de Zurique (Suíça), na 19ª posição. 

Entre as universidades ibero-americanas, a de Barcelona é a mais bem avaliada (180ª), e para além da 200ª colocação aparecem a Complutense de Madri (213ª), a UNAM do México (235ª), a Pompeu Fabra de Barcelona (240ª), a Universidade de Buenos Aires (262ª) e a Universidade de Granada (268ª). 

Outros centros bem colocados são as universidades autônomas de Barcelona (303ª) e Madri (304ª), e a Universidade do Chile (361ª). 

A classificação de Xangai, apresentada como “a mais confiável”, leva em conta seis critérios como, por exemplo, o número de prêmios Nobel, as medalhas Field, o número de pesquisadores mais citados por disciplina e as publicações nas revistas “Science” e “Nature”. 

A cada ano este famoso ranking recebe críticas de ser enviesado, beneficiar as universidades anglo-saxãs e os bons resultados destes centros no passado, ao invés da qualidade de ensino no presente. 

[ad_2]
Click aqui e acesse o artigo original
https://www.otempo.com.br/capa/brasil/usp-e-ufrj-s%C3%A3o-as-brasileiras-com-melhor-coloca%C3%A7%C3%A3o-no-ranking-de-xangai-1.2013607

Veja também...

Brasil continuará incomodando países concorrentes no agronegócio, diz ministra – Economia

[ad_1] A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, disse nesta segunda-feira, 11, em Não-me-Toque (RS), onde …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.