quarta-feira, 13 novembro 2019
Início / Conteúdo / Uber comunica uso de dados pessoais a 196 mil brasileiros

Uber comunica uso de dados pessoais a 196 mil brasileiros

[ad_1]

RIO DE JANEIRO. A Uber começou a notificar nessa quinta-feira (12) os brasileiros que tiveram suas informações vazadas, quando hackers roubaram dados de 57 milhões de seus usuários e motoristas em 2016. No Brasil, 196 mil pessoas foram atingidas.

No país, a empresa de transporte alternativo atende 20 milhões de usuários no Brasil e possui mais de 500 mil motoristas cadastrados para fazer corridas usando seu serviço. Na mensagem enviada, a Uber pede desculpas e admite que algumas informações pessoais foram obtidas pelos criminosos como: nome; e-mail e; número de celular.

A empresa de transporte alternativo afirma que não detectou nenhuma fraude em que esses dados foram usados, mas decidiu enviar o e-mail para que os usuários tomassem conhecimento do que ocorreu.

“Continuamos a monitorar as contas afetadas – embora não exista qualquer indicação de que tenha havido fraude ou uso inadequado de informações relacionadas a este incidente”, comunicou a empresa.

A notificação dos brasileiros que tiveram as informações roubadas, na verdade, é fruto de um acordo firmado entre Uber e a Comissão de Proteção de Dados Pessoais do Ministério Público do Distrito Federal (MPDFT) no começo do ano. O órgão pediu esclarecimentos da empresa.

Em comunicado, a Uber diz que os seguintes dados não foram acessados: números de cartão de crédito; data de nascimento ou; histórico geográfico das viagens.

A Uber descobriu o ataque ainda no fim de 2016, mas tentou manter segredo sobre o vazamento. Tanto que pagou US$ 100 mil aos hackers responsáveis pelo roubo para destruírem os dados roubados de mais de 57 milhões de pessoas.

Quando revelou o incidente em dezembro de 2017, o executivo-chefe da companhia, Dara Khosrowshahi, reconheceu que a empresa cometeu um erro na forma de lidar com a violação durante a gestão do antigo CEO, o cofundador Travis Kalanick.

“Você pode estar perguntando por que estamos falando sobre isso agora, um ano depois. Eu fiz a mesma pergunta, então eu imediatamente pedi uma investigação minuciosa sobre o que aconteceu e como nós lidamos com isso”, disse Khosrowshahi.

Perda. A entrada da Uber no Brasil gerou, em média, a redução de 56,8% das corridas de aplicativos de táxis, segundo pesquisa do Cade em 590 municípios, entre os anos de 2014 e 2016.

[ad_2]
Click aqui e acesse o artigo original
http://www.otempo.com.br/capa/brasil/uber-comunica-uso-de-dados-pessoais-a-196-mil-brasileiros-1.1599417

Veja também...

Brasil continuará incomodando países concorrentes no agronegócio, diz ministra – Economia

[ad_1] A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, disse nesta segunda-feira, 11, em Não-me-Toque (RS), onde …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.