sexta-feira, 18 outubro 2019
Início / Conteúdo / Tavito deixa como legado 6 discos e composições cantadas por inúmeros artistas – Almanaque

Tavito deixa como legado 6 discos e composições cantadas por inúmeros artistas – Almanaque

[ad_1]

 

O Clube da Esquina, movimento que deu notoriedade nacional à música mineira, perdeu um de seus integrantes. Aos 71 anos, Tavito deixou como legado uma obra extensa, composta por seis discos e composições cantadas por inúmeros artistas brasileiros.

 

No rol de sucessos estão “Casa no campo”, composta com Zé Rodrix e interpretada por Elis Regina; e “Rua Ramalhete”, em que ele descreve, em parceria com Ney Azambuja, a rua localizada no bairro Serra, em Belo Horizonte, onde morou e que foi ponto de encontro de vários integrantes do grupo – como Lô Borges, Beto Guedes, Milton Nascimento e Fernando Brant.

 

“Tavito era a cara de Belo Horizonte”, afirma o poeta e compositor Murilo Antunes ao lamentar o falecimento do cantor, ontem, em decorrência de um câncer no pescoço. “Uma das maiores qualidades do Tavito era como arranjador vocal. Ele teve um irmão que morreu muito cedo e que tinha um grupo vocal. Era o Tavito quem fazia os arranjos vocais, que também realizou no disco ‘Clube da Esquina’ (lançado em 1972). Ele sempre foi um craque”, recorda Antunes, que destaca as qualidades de Tavito com o violão, um dos principais nomes no instrumento dentro do movimento.

 

Craque do violão

Autor do livro “Som Imaginário: a Reinvenção da Cidade nas Canções do Clube da Esquina” (Editora UFMG), Bruno Viveiros recorda a participação de Tavito – apelido para Luís Otávio de Melo Carvalho – no grupo Som Imaginário, conjunto formado para acompanhar Milton Nascimento em seus discos e nas turnês e que tinha ainda nomes como Wagner Tiso e Zé Rodrix. “Foi o primeiro marco da carreira dele”, lembra Viveiros.

 

“Na música ‘San Vicent’, de letra de Fernando Brant, Tavito dá um trato especial no violão, com uma batida rasqueada, mais próxima da musicalidade da América espanhola”, registra o autor, que também põe “Rua Ramalhete” como outro ponto alto. “No primeiro disco dele (‘Tavito’, de 1979), ele homenageia Belo Horizonte, mas em tom memorialístico, pois fala da cidade dos anos 60, dos amores de portão e da descoberta dos Beatles”.

 

Nos anos 90, ele passa a dedicar-se mais à publicidade, com a criação de jingles. É dessa época a música “Coração Verde Amarelo”, em parceria com Aldir Blanc, feita para a transmissão da Rede Globo dos jogos da Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 1994, nos Estados Unidos. 

Tavito deixa esposa e uma filha. O corpo será cremado hoje no cemitério da Vila Alpina, em São Paulo.

[ad_2]
Click aqui e acesse o artigo original
https://www.hojeemdia.com.br/almanaque/tavito-deixa-como-legado-6-discos-e-composi%C3%A7%C3%B5es-cantadas-por-in%C3%BAmeros-artistas-1.696817

Veja também...

Brasil continuará incomodando países concorrentes no agronegócio, diz ministra – Economia

[ad_1] A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, disse nesta segunda-feira, 11, em Não-me-Toque (RS), onde …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.