quinta-feira, 21 novembro 2019
Início / Conteúdo / Supremo Carnes exporta produtos para 30 países – Especial/Publicidade

Supremo Carnes exporta produtos para 30 países – Especial/Publicidade

[ad_1]

Indústria alimentícia genuinamente mineira, o grupo Supremo Carnes atende ao mercado interno e exporta para cerca de 30 países. Além de empregar 1,2 mil colaboradores diretos e 750 indiretos, a empresa chega aos 30 anos de história com uma projeção de faturamento de R$ 780 milhões em 2018.

A companhia tem quatro plantas distribuídas pelo Estado. A sede fica em Ibirité, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, e uma das filiais em Abaeté, na região Central. Há ainda frigoríficos em Carlos Chagas, no Vale do Jequitinhonha, e em Campo Belo, no Centro-Oeste mineiro.

A previsão é de crescimento nos próximos dois anos, com investimento de R$ 60 milhões até 2020, aplicados especialmente na modernização das três unidades mais distantes da capital e na implementação da etapa de desossa.

O grupo foi o pioneiro no Estado, em fevereiro deste ano, a receber certificação para abate da Associação Brasileira de Produtores Angus, sediada em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. A raça, que vem conquistando o paladar dos brasileiros, é originária da Escócia, porém já conta com criadores no país.

As vantagens em consumir essa carne bovina estão no marmoreio diferenciado, deixando-a macia e suculenta, com gordura na medida certa. O corte é muito utilizado na alta culinária e por amantes do churrasco ao estilo americano.

Um dos grandes diferenciais das práticas do grupo é a preocupação com o meio ambiente. De acordo com o engenheiro ambiental da indústria, Felipe Palhares, “o Supremo estabelece rigorosos processos de sustentabilidade, que incluem controle dos resíduos sólidos, líquidos e atmosféricos, resultando em altos índices de eficiência nos tratamentos”.

As políticas da empresa se pautam nas leis do mercado, na inserção de novas tecnologias e no investimento em capital humano. Trata-se ainda do único frigorífico nacional signatário do Instituto Ethos de Sustentabilidade. 

 

Frigorífico é agraciado com selo pelo comprometimento com a Lei Anticorrupção

No fim deste ano, o grupo mineiro Supremo Carnes conquistou o “Selo Agro + Integridade”, premiação do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, instituída durante o governo de Michel Temer, para o reconhecer o comprometimento com a Lei Anticorrupção (Lei 12.846/13). 

Apenas 11 empresas foram agraciadas em todo o Brasil, sendo o Supremo a única indústria alimentícia de carnes.  Para o presidente do grupo, Sandro Silva de Oliveira, o prêmio tem relevância nacional e internacional. “Estou certo de que o consumidor escolherá o grupo pela transparência e pelas boas práticas”, resume.

Já o diretor administrativo, Marcelo Simão, pontua que esta é uma demanda crescente no mercado. “Participar deste movimento significa estar à frente da concorrência”, defende o executivo. 

[ad_2]
Click aqui e acesse o artigo original
https://www.hojeemdia.com.br/mais/especial-publicidade/supremo-carnes-exporta-produtos-para-30-pa%C3%ADses-1.682258

Veja também...

Brasil continuará incomodando países concorrentes no agronegócio, diz ministra – Economia

[ad_1] A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, disse nesta segunda-feira, 11, em Não-me-Toque (RS), onde …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.