quarta-feira, 23 outubro 2019
Início / Conteúdo / Sorteio define que Brasil enfrentará a Bélgica, em casa, na Copa Davis de 2019 – Esportes

Sorteio define que Brasil enfrentará a Bélgica, em casa, na Copa Davis de 2019 – Esportes

[ad_1]

Um sorteio realizado nesta quarta-feira, em Londres, definiu os confrontos da fase classificatória da próxima edição da Copa Davis, tradicional competição entre países do tênis masculino, que ganhou um formato totalmente novo a ser implementado a partir de 2019. E este sorteio definiu que o Brasil enfrentará a Bélgica, em casa, nos dias 1 e 2 de fevereiro, em um dos 12 duelos deste estágio inicial do torneio.

Os 12 vencedores deste qualificatório vão avançar à fase final do Grupo Mundial da Davis, na qual já estão garantidos os semifinalistas da edição atual do evento (Croácia, França, Espanha e Estados Unidos), além de Argentina e Grã-Bretanha, que ganharam convites confirmados oficialmente nesta quarta-feira pela Federação Internacional de Tênis (ITF, na sigla em inglês).

Os 12 perdedores desta fase classificatória vão disputar os chamados zonais dos seus respectivos continentes. Além de Brasil x Bélgica, foram determinados por meio do sorteio desta quarta na Inglaterra os outros 11 seguintes confrontos: Usbequistão x Sérvia, Austrália x Bósnia Herzegovina, Índia x Itália, Alemanha x Hungria, Suíça x Rússia, Casaquistão x Europa/África (representante a ser definido), República Checa x Holanda, Colômbia x Suécia, Áustria x Chile, Canadá x Europa/África (país ainda indefinido) e China x Japão.

Todos estes confrontos serão disputados em uma melhor de cinco partidas, sendo quatro delas de simples e uma de duplas, assim como já ocorre no tradicional formato da Davis realizada até este ano. Agora, porém, os jogos terão no máximo três sets, e não mais cinco, como ocorre atualmente.

Essa será a quarta vez que o Brasil terá pela frente a Bélgica na Davis, sendo que o país europeu levou a melhor nos três confrontos anteriores. O primeiro deles foi em 1960, em Bruxelas, onde os donos da casa triunfaram por 3 a 2. O segundo ocorreu em 1993, quando os brasileiros perderam o direito de sediar o duelo e caíram por 3 a 1, novamente em Bruxelas. Já o último embate entre as nações na competição ocorreu em 2016, em Ostend, novamente em solo belga, com triunfo dos mandantes por 4 a 0.

FASE FINAL – A fase final da Davis está prevista para acontecer entre os dias 18 e 24 de novembro do ano que vem, em sede única a ser definida. E será realizada em um formato de round robin, de segunda a quinta-feira, com os 18 países divididos em seis grupos e com cada rodada classificatória contando com três jogos, sendo dois de simples e um de duplas, em melhor de três sets cada um.

Pelo novo regulamento criado, os seis líderes de cada chave e os dois melhores segundo colocados vão avançar às quartas de final, que ocorrerão em uma sexta-feira, enquanto o sábado e o domingo serão reservados para as semifinais e para a grande decisão. Os dois países de pior campanha na fase de grupos vão ser rebaixados para o Zonal da Davis do ano seguinte e os países que não se classificarem para as semifinais participarão do qualifying em fevereiro de 2020.

O novo formato da Davis foi aprovado no mês passado, em uma assembleia da ITF em Orlando, nos Estados Unidos, onde 71,43% dos participantes de uma votação foram favoráveis a esta mudança. A modificação foi impulsionada pela empresa Kosmos, cujo fundador e presidente é Gerard Piqué, zagueiro do Barcelona, que propôs esta remodelação do evento para torná-lo mais rentável financeiramente e atrativo aos tenistas da elite.

O presidente da ITF, David Haggerty, destacou nesta quarta-feira a importância que o novo formato terá para o sucesso da Davis a partir de 2019. “O sorteio de hoje marca o início de um empolgante novo capítulo na longa e distinta história da Copa Davis, misturando tradição e inovação. Eu não tenho dúvida de que a fase qualificatória de fevereiro vai estimular a paixão dos fãs e jogadores, que sempre foi uma característica da Copa Davis, e que isso será levado às finais, nas quais assistiremos um magnífico espetáculo esportivo de classe mundial. Eu gostaria de desejar a todas as nações competindo nas eliminatórias a melhor sorte”, afirmou o dirigente.

[ad_2]
Click aqui e acesse o artigo original
https://www.hojeemdia.com.br/esportes/sorteio-define-que-brasil-enfrentar%C3%A1-a-b%C3%A9lgica-em-casa-na-copa-davis-de-2019-1.658906

Veja também...

Brasil continuará incomodando países concorrentes no agronegócio, diz ministra – Economia

[ad_1] A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, disse nesta segunda-feira, 11, em Não-me-Toque (RS), onde …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.