quinta-feira, 21 novembro 2019
Início / Conteúdo / Servidores do Centro de Saúde Campo Alegre protestam por segurança e estrutura em BH – Cidades

Servidores do Centro de Saúde Campo Alegre protestam por segurança e estrutura em BH – Cidades

[ad_1]

Servidores do Centro de Saúde Campo Alegre, no bairro de mesmo nome na Região Norte de Belo Horizonte, protestaram na manhã desta quinta-feira por melhorias na estrutura e segurança da unidade. Na manifestação, faixas pedindo segurança eram seguradas por servidores e usuários.

No comunicado divulgado pelos manifestantes, as lideranças do movimento convidam a população e afirmam que a unidade “vem sofrendo com a violência decorrente da falta de estrutura adequada, falta de medicamentos e até de material para curativos”. Em outro trecho da carta, eles ainda afirmam que acreditam que o ato é importante para pressionar a Prefeitura de Belo Horizonte a abrir espaço para a busca de soluções e melhorias no local.

Lucimar de Almeida Silva, presidente do Conselho Distrital de Saúde Norte, contou ao Hoje em Dia que a mobilização começou no último dia 20, quando uma paciente com transtornos mentais teve um surto na unidade, quebrou o vidro da recepção e ameaçou a ginecologista que atendia no centro. A médica teria ficado presa no consultório por causa das ameaças.

“O centro de saúde está  uma panela de pressão e o ato de hoje foi uma explosão. Usuários não têm privacidade em seus atendimentos pois não existe uma recepção. O acolhimento é realizado em consultórios onde os pacientes que estão aguardando escutam as queixas dos atendidos”, contou Silva, que ainda contou que em uma reunião marcada para o dia 20 de janeiro será construída uma grande manifestação conjunta entre os servidores e usuários dos serviços de saúde em BH.

Outro lado 

Procurada, a Secretaria Municipal de Saúde (SMSA) afirmou que foi construída uma ação conjunta entre as áreas de assistência e logística do órgão para garantir o fornecimento adequado de insumos ao Centro de Saúde. “Desta forma, foi feito levantamento quanto à readequação da demanda e incremento no controle de estoque, com ações de boas práticas de gestão, de forma a proporcionar maior agilidade nos processos de compras e também na eficiência nos contratos com fornecedores. Caso ocorra alguma falta pontual, a Secretaria atua para a rápida reposição do insumo.”, disse a SMSA em nota.

Sobre a segurança, a SMSA cita da paciente que ameaçou a médica e afirmou que as medidas cabíveis à mulher foram tomadas. Segundo a secretaria, a Guarda Municipal atua nas Unidades de Saúde da capital através da modalidade fixa e mediante Patrulhamento Preventivo. “No ano de 2018 foram registradas duas ocorrências policiais na unidade e  uma dupla de agentes da Guarda Municipal foi destacada para o Centro de Saúde bem como as passagens preventivas de viaturas foram intensificadas”, informou a SMSA, que completou que o coordenador da inspetoria responsável pela região continuará acompanhando o caso.

[ad_2]
Click aqui e acesse o artigo original
https://www.hojeemdia.com.br/horizontes/cidades/servidores-do-centro-de-sa%C3%BAde-campo-alegre-protestam-por-seguran%C3%A7a-e-estrutura-em-bh-1.682154

Veja também...

Brasil continuará incomodando países concorrentes no agronegócio, diz ministra – Economia

[ad_1] A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, disse nesta segunda-feira, 11, em Não-me-Toque (RS), onde …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.