terça-feira, 22 outubro 2019
Início / Conteúdo / Servidor barrado na porta da prefeitura – Política

Servidor barrado na porta da prefeitura – Política

[ad_1]

A Prefeitura Municipal de Montes Claros volta a protagonizar polêmica envolvendo os servidores. Os funcionários estão impedidos de entrar no prédio da administração municipal, antes das 8h, sem passar por um pente-fino. O assunto foi denunciado por servidores e abordado em reunião desta terça-feira na Câmara por diversos vereadores, que não concordam com a medida determinada pelo prefeito Humberto Souto.

Parlamentares e servidores acreditam que o procedimento foi adotado após a ocupação do prédio pelos professores em uma das manifestações realizadas pela categoria, que há mais de dois meses cobra o pagamento de salários atrasados.

Desde a sexta-feira em que os profissionais da rede de ensino municipal invadiram o prédio e ocuparam o gabinete do prefeito, há cerca de duas semanas, o acesso à sede do Executivo está restrito.

O servidor efetivo Adeílton Cardoso, com cerca de 30 anos de serviços prestados ao município, revela o constrangimento que se instalou no local com a medida. “Nós chegamos aqui para trabalhar e encontramos este tipo de bloqueio. Uma pessoa recebeu uma ligação em que pediam para pegar o nome de todo mundo que estava na porta. Ficaram dois guardas com a lista e nós assinamos. Fomos liberados somente depois das 8h e quem não assinou, por não saber do que se tratava, no outro dia não pôde entrar antes das 8h. O setor é que fica prejudicado”, disse Cardoso, que afirmou que em muitos setores há o trabalho interno que é realizado antes da abertura do prédio ao público, às 8h.

Embora diga que não possa afirmar o motivo, o servidor conta que a situação começou “coincidentemente na segunda-feira depois de uma manifestação na sexta-feira anterior, em que o carro do prefeito foi cercado por professores que lutam para receber o salário de dezembro”.

Adeílton acrescenta que a atitude é excessiva e desrespeitosa. “É um tipo de controle desnecessário, que a gente não precisa passar por ele. Não veio ninguém nos explicar o porquê dessa atitude. É uma imposição sem um controle legal e sem motivo”, pontuou.

 

RESTRIÇÃO

Outro servidor, que pediu para que não fosse identificado, disse que chega a partir das 8h, por isso não enfrentou o problema, pois neste horário a prefeitura, obrigatoriamente, tem que ser aberta ao atendimento à população. Entretanto, ele alerta para uma situação que achou estranha. “Sempre entro pela frente do prédio quando a prefeitura já está funcionando. Achei esquisito ter mais de 15 guardas na entrada. Isso nunca aconteceu aqui antes”, diz.

O vereador Wílton Dias (PHS) disse que a ocupação dos professores, da maneira como ocorreu, foi legítima e que não há justificativa para a ação da prefeitura.

“Os servidores estão submetidos ao constrangimento. Cabe ao prefeito apurar de onde partiu esta ordem e rever, porque o servidor não merece ser mais uma vez humilhado”, disse o vereador.

Há uma semana, a vice-presidente do Sindicato dos Servidores da Educação, Juliana Miranda, declarou que os professores estão proibidos de entrar na prefeitura e que a Guarda Municipal é colocada na porta para impedir o acesso.

Nesta terça-feira, a prefeitura, que sempre teve as portas abertas à população, abriu apenas uma única parte da porta, mais estreita.

O procurador do município, Otávio Rocha, disse ser uma questão de controle, para evitar que pessoas entrem fora do horário de expediente, mas que a medida seria de responsabilidade da Secretaria de Planejamento.

O secretário de Planejamento, Cláudio Rodrigues, não foi encontrado para falar sobre o assunto. Até o fechamento da edição, o presidente do Sindicato dos Servidores, Flávio Célio, também não foi encontrado para falar sobre a questão.

[ad_2]
Click aqui e acesse o artigo original
https://onorte.net/pol%C3%ADtica/servidor-barrado-na-porta-da-prefeitura-1.695164

Veja também...

Brasil continuará incomodando países concorrentes no agronegócio, diz ministra – Economia

[ad_1] A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, disse nesta segunda-feira, 11, em Não-me-Toque (RS), onde …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.