terça-feira, 12 novembro 2019
Início / Capa / Secretaria de Segurança alertou sobre ameaças do PCC contra agentes penitenciários

Secretaria de Segurança alertou sobre ameaças do PCC contra agentes penitenciários

No dia em que dois agentes penitenciários e uma criança que seguia para escola foram baleados em um atentado ocorrido próximo à Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte, passou a circular entre a categoria imagens de uma circular da Secretaria de Estado de Administração Prisional (Seap) alertando para ameaças feitas pelo Primeiro Comando da Capital (PCC).

O documento, datado de 27 de outubro e com a assinatura da Superintendente de Segurança Prisional, traz orientações para todos os servidores de segurança. “Tem circulado nos meios eletrônicos um alerta das forças de segurança pública de Minas Gerais, sobre a possibilidade de atentados contra profissionais de segurança, em especial agentes penitenciários, planejados pela facção criminosa PCC”, começa o texto.

Por conta destas ameaças, a secretaria resolveu repassar as orientações para todas as unidades. Foi aconselhado que os agentes seguissem à risca a proibição do deslocamento uniformizado nos trajetos de ida e volta do trabalho; para evitar locais impróprios quando de folga; deslocar em grupos na chegada e saída dos presídios; também foi sugerido que eles procurassem uma rota alternativa nestes trajetos.

“Considerando o cenário atual de superlotação e baixo número de servidores, orientamos, ainda, que sejam tomados alguns cuidados nos procedimentos diários nas unidades prisionais”, continua a circular. Entre as medidas estão: redobrar a atenção durante todos os procedimentos internos e movimentação dos presos; orientar os agentes nas portarias, muralhas e nas escoltas sobre a possibilidade de atentados; buscar rotas alternativas nas escoltas externas.

Por fim, o texto pede que os diretores promovam a divulgação das orientações, proibindo, entretanto, a apresentação do documento e a veiculação nas redes sociais, “para evitar pânico junto a tropa”, finaliza.

A Seap foi procurada pela reportagem de O TEMPO, mas ainda não se posicionou sobre a circular divulgada após o atentado registrado na manhã desta terça. Confira as imagens do documento no fim da página.

O atentado 

Dois agentes penitenciários e uma criança foram baleados na manhã desta terça-feira próximo à Penitenciária Nelson Hungria, no bairro Nova Contagem, em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte. Os agentes chegavam para trabalhar quando sofreram o atentado.

Segundo informações iniciais da Polícia Militar (PM), dois homens passaram em uma Saveiro vermelha, atirando na direção dos servidores prisionais.

Uma criança, que não teve a idade revelada e que seguia para a escola, também foi atingida no pé ao passar pelo local. As três vítimas foram socorridas na UPA de Nova Contagem.

Confira a circular da Seap na íntegra: 

Com informações do O Tempo.

Veja também...

Clima de deserto; calor em Minas Gerais bate recorde

O tempo seco bate recorde em Belo Horizonte, o clima de deserto domina regiões do estado e o fantasma …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.