sexta-feira, 18 outubro 2019
Início / Conteúdo / Produtor rural tem um ano a mais para pagar dívidas – Política

Produtor rural tem um ano a mais para pagar dívidas – Política

[ad_1]

Em caráter emergencial, o Banco do Brasil vai prorrogar por um ano o vencimento das operações de crédito rural dos produtores de Brumadinho, cidade mineira atingida pela lama de rejeitos após rompimento da barragem da Mina de Córrego do Feijão, operada pela Vale. Segundo o banco, 174 empreendimentos serão beneficiados, a maioria ligados à agricultura familiar. Juntos, eles têm uma dívida de R$ 5,3 milhões com a instituição financeira.

Foram contemplados produtores do município que tenham contas a vencer entre 25 de janeiro, data do desastre ambiental, e 31 de dezembro de 2019.

A medida se assemelha à solicitação feita pela Federação da Agricultura de Minas Gerais (Faemg) junto ao Ministério de Agricultura, pedindo para que a dívida dos credores fosse suspensa.

“Essa ação da diretoria de agronegócios do BB atende às demandas do sistema Faemg no sentido de suprir as necessidades desses produtores”, afirma a coordenadora da assessoria técnica da Faemg, Aline Veloso.

Ela ressalta que as pessoas que têm direito a extensão no prazo de pagamento devem entrar em contato com o banco o mais rapidamente possível, pedindo a formaliza-ção do benefício por meio de um aditamento no contrato original. “O ideal é protocolar o pedido em duas vias. No site da Faemg disponibilizamos uma carta modelo”, diz a especialista.

A diretora de agricultura familiar da Frente Parlamentar da Agricultura (FPA), Raquel Muniz, comemorou a decisão do Banco do Brasil, mas afirmou que o grupo tentará mais benefícios para os produtores prejudicados.

“Vamos ao (presidente) Bolsonaro se for necessário e sabemos que ele terá respostas para isso. Alguém tem que pagar por essa situação, e não serão os agricultores familiares”, diz.

Aumenta o otimismo da frente o fato de o secretário-executivo do Ministério da Agricultura, Marcos Montes, ser mineiro. A expectativa é a de que ele interceda junto aos órgãos para melhorar as condições dos produtores da região.

“Marcos Montes é sensível e conhece a realidade dessas pessoas. Sabemos que fará o possível e o impossível por elas”, diz Raquel.

 

[ad_2]
Click aqui e acesse o artigo original
https://onorte.net/pol%C3%ADtica/produtor-rural-tem-um-ano-a-mais-para-pagar-d%C3%ADvidas-1.694075

Veja também...

Brasil continuará incomodando países concorrentes no agronegócio, diz ministra – Economia

[ad_1] A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, disse nesta segunda-feira, 11, em Não-me-Toque (RS), onde …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.