quarta-feira, 16 outubro 2019
Início / Conteúdo / Praia Clube recebe o Osasco no quinto jogo da semifinal da Superliga. Momento de superação

Praia Clube recebe o Osasco no quinto jogo da semifinal da Superliga. Momento de superação

[ad_1]

Melhor campanha da fase classificatória com apenas uma derrota em 22 jogos. A consequente vantagem de definir tanto os playoffs de quartas de final quanto as semifinais em seu ginásio. E suas jogadoras entre as mais eficientes em todos os fundamentos.

De nada adiantará o desempenho próximo da perfeição do Praia Clube na Superliga 2017/2018 se hoje, às 19h, em Uberlândia, as meninas comandadas pelo técnico Paulo Coco não baterem o Volei Nestlé Osasco, na quinta partida da série que apontará o rival do Sesc-RJ, de Bernardinho, na grande decisão.

Algo que as atletas e a comissão técnica sabem bem, assim como têm consciência da dificuldade da missão que os aguarda. Afinal, o time paulista tem sido o principal motivo de dor de cabeça no ano. Em janeiro, levou a melhor na decisão da Copa Brasil, impondo a primeira derrota praiana na temporada.

Agora, liderado por Tandara, venceu as duas partidas da melhor de cinco disputadas em seu ginásio. Segunda-feira, a ponteira, apenas no primeiro set, anotou 14 pontos (foram ao todo 36 nos 3 a 1).

“Nós nos preparamos para a possibilidade dos cinco jogos, o confronto tem sido equilibrado, os detalhes têm decidido para um lado e para o outro. Agora é a hora de ter tranquilidade de fazer o nosso melhor jogo. Brigamos ao longo da primeira fase para ter a vantagem de decidir em casa e contar com essa atmosfera favorável. Se cada jogadora fizer o seu melhor, o coletivo será muito forte. E, se há pressão sobre nós, também há sobre elas”, destaca Paulo Coco. Ele chama a atenção para o fato de que poderá contar com todo o grupo, sem problemas de contusão.

Mental

Uma das principais esperanças de pontos do time uberlandense (marcou 380 ao longo da competição e aparece como a terceira mais eficiente da competição), Fernanda Garay sabe que é momento de mostrar força, especialmente mental.

“É uma maratona mesmo, são jogos dificílimos que exigem muito, mentalmente e fisicamente. O mais importante é estar forte e confiante, com espírito positivo, para que isso se reflita em nosso jogo e possamos nos superar. Temos uma nova história pela frente e vamos construí-la, com o apoio da torcida e o fator casa. Nós temos que fazê-la em quadra para chegarmos à decisão, que é o nosso objetivo”.

[ad_2]
Click aqui e acesse o artigo original
http://hojeemdia.com.br/esportes/praia-clube-recebe-o-osasco-no-quinto-jogo-da-semifinal-da-superliga-momento-de-supera%C3%A7%C3%A3o-1.611353

Veja também...

Brasil continuará incomodando países concorrentes no agronegócio, diz ministra – Economia

[ad_1] A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, disse nesta segunda-feira, 11, em Não-me-Toque (RS), onde …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.