quarta-feira, 13 novembro 2019
Início / Conteúdo / PBH propõe que passagens de ônibus subam para R$ 4,50; empresas não aceitam e vão recorrer – Horizontes

PBH propõe que passagens de ônibus subam para R$ 4,50; empresas não aceitam e vão recorrer – Horizontes

[ad_1]

Após reunião com consórcios de ônibus na tarde desta sexta-feira (21), a Prefeitura de Belo Horizonte ofereceu um reajuste de 10% na tarifa do transporte coletivo da cidade às empresas gerenciadoras do sistema. A proposta é que a passagem de ônibus na capital passe a custar R$ 4,50 a partir de janeiro do ano que vem.

Pela manhã, Alexandre Kalil (PHS) divulgou o resultado de uma auditoria na “caixa-preta” da BHTrans, promessa de campanha do prefeito. Conforme o levantamento a passagem de ônibus na capital deveria custar R$ 6,35, levando em conta o contrato vigente na cidade. Um segundo cálculo feito utilizando a metodologia da Associação Nacional dos Transportes Públicos indica que a tarifa em BH deveria custar, no mínimo, R$ 5.

O reajuste agora pode acabar na Justiça. É que nos últimos anos não foram feitas mudanças na passagem pois o prefeito aguardava o resultado da auditoria. O presidente do Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros (Setra-BH), Joel Jorge Paschoalini, diz que não houve negociação da PBH sobre o valor.

“A gente sabe que o valor é alto. Porém, temos que achar caminhos e não conviver com uma imposição de valor mais baixo pela prefeitura. Já sabíamos que o valor indicado pela auditoria seria alto. Tivemos maiores custos com os novos ônibus que circulam na cidade”, comentou.

Obrigações

Além do reajuste, a PBH solicitou que as empresas invistam em outras melhorias no sistema de transporte da capital. Segundo o presidente da BHtrans, Célio Bousada, as empresas terão que recontratar 500 trocadores para trabalhar nos coletivos da capital e colocar em operação 300 novos veículos dos modelos com ar-condicionado.

“Na próxima segunda-feira, às 11h, provavelmente, teremos uma nova reunião com os representantes das empresas para tentarmos chegar em um acordo sobre as mudanças solicitadas pela prefeitura. Mas o prefeito foi claro: o valor de seis reais é impraticável”, afirmou Bousada.

[ad_2]
Click aqui e acesse o artigo original
https://www.hojeemdia.com.br/horizontes/pbh-prop%C3%B5e-que-passagens-de-%C3%B4nibus-subam-para-r-4-50-empresas-n%C3%A3o-aceitam-e-v%C3%A3o-recorrer-1.681150

Veja também...

Brasil continuará incomodando países concorrentes no agronegócio, diz ministra – Economia

[ad_1] A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, disse nesta segunda-feira, 11, em Não-me-Toque (RS), onde …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.