terça-feira, 17 setembro 2019
Início / Capa / Patrimônio da deputada Raquel Muniz cresce de R$ 716 mil para R$ 6,09 milhões

Patrimônio da deputada Raquel Muniz cresce de R$ 716 mil para R$ 6,09 milhões

Patrimônio da deputada Raquel Muniz cresce de R$ 716 mil para R$ 6,09 milhões

A parlamentar do “Sim Sim” é a segunda em aumento patrimonial no comparativo entre 2014 e 2018

Dos 53 deputados federais mineiros, 49 vão disputar as eleições deste ano. Do total, 31 tiveram aumento patrimonial no comparativo com 2014, segundo levantamento feito pela rádio Itatiaia, com base nas declarações dos candidatos ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

A parlamentar Raquel Muniz (PSD) é a segunda em aumento patrimonial no comparativo entre 2014 e 2018. O somatório dos bens da deputada cresceu 750%, passando de R$ 716 mil para R$ 6,09 milhões.

Em nota, Raquel Muniz disse que a evolução de seu patrimônio se deu em função da atualização contábil das empresas do grupo das quais ela é uma das sócias. “Não houve aquisição relevante no período entre 2014 e 2018”, diz o texto. Em 2014, a deputada teve 2.650 votos em Sete Lagoas.

O primeiro da lista é o deputado Marcelo Aro, do PHS, cujo patrimônio saltou de R$ 134 mil corrigidos, para R$ 1,327 milhão, o que representa um aumento de quase 900%. Na declaração deste ano, Aro informou que possui um carro, dinheiro em espécie e cotas em uma empresa. Em 2014, ele declarou depósitos bancários e dinheiro, sem bens móveis ou imóveis. A reportagem da Itatiaia procurou o deputado para saber do que se trata o aumento patrimonial, mas ele não foi localizado para falar sobre o assunto.

Conforme levantamento feito pela Itatiaia, a declaração de bens do petista Patrus Ananias cresceu 384% entre 2014 e 2018, passando de R$ 302 mil, corrigidos, para R$ 1,463 milhão. De acordo com o próprio deputado, o aumento se deve a valores incorporados nos últimos anos referentes a duas aposentadorias, uma pública pela Assembleia Legislativa de Minas, e outra privada como professor universitário. Como prevê a lei, as rescisões, FGTS e demais valores referentes ao seu processo de aposentadoria foram incorporados em seu patrimônio, que não sofreu alterações no que se refere a bens móveis ou imóveis.

Outro deputado federal cujo patrimônio mais que dobrou da eleição anterior para esta, foi o Delegado Edson Moreira, do PR. De R$ 924 mil corrigidos, passou para R$ 2, 321 milhões, o que representa um crescimento de 151%. Segundo as informações prestadas ao TSE, o deputado continua com os mesmos dois imóveis declarados em 2014, além de aplicações e poupança. Por meio da assessoria de imprensa, Moreira informou que tem duas fontes de renda: recebe o salário de parlamentar e de delegado aposentado e que, quando se aposentou, recebeu salários atrasados e licença-prêmio, que guardou. O deputado ainda afirmou que sempre foi econômico e que leva uma vida muito simples. Moreira disse que sabe que recebe um salário que infelizmente a maioria dos brasileiros não recebe, mas que luta para reduzir essa desigualdade no país, inclusive é contra o reajuste salarial dos deputados.

Da Redação com a Rádio Itatiaia

Veja também...

STJ nega recurso e Ronaldinho Gaúcho segue com passaporte apreendido

Craque histórico e seu irmão Assis tiveram problemas com um processo por conta de dano …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.