sexta-feira, 18 outubro 2019
Início / Conteúdo / ONU pede ao Facebook ‘proatividade’ contra discurso de ódio – Primeiro Plano

ONU pede ao Facebook ‘proatividade’ contra discurso de ódio – Primeiro Plano

[ad_1]

O Alto Comissariado da ONU para os Direitos Humanos pediu ao Facebook para ser mais “proativo” contra o discurso de ódio e expressou preocupação com declarações do presidente Donald Trump, que acusou Google, Facebook e Twitter de falta de imparcialidade.

O pedido foi feito após a decisão do Facebook de bloquear páginas de membros da junta birmanesa, depois de meses de pressão para tomar medidas contra o exército de Mianmar, acusado pela ONU de “limpeza étnica” contra os muçulmanos rohingyas.

“Nas primeiras reuniões que tivemos com Facebook, não pensava que levariam a sério. Felizmente agora parece que despertaram”, declarou o comissário Ra’ad Zeid al-Hussein a repórteres em Genebra.

“Devem ser prudentes, se as pessoas acusadas ​​dos piores crimes forem julgadas, o Facebook poderia ser citado a comparecer perante um tribunal por cumplicidade”, acrescentou.

“Poderia haver outras situações onde o Facebook é dominante em um país em que há uma deterioração da situação dos Direitos Humanos e onde o seu papel poderia ser questionado”, indicou ainda.

O comissário jordaniano, cujo mandato termina no final de agosto e será substituído pela ex-presidente do Chile Michelle Bachelet, pediu ao Facebook que “não espere uma crise” para agir e “reflita de forma pró-ativa sobre as medidas a tomar […] enquanto mantém espaço para a liberdade de expressão”.

Leia mais:

Trump diz que Google é ‘manipulado’ para falar mal dele

[ad_2]
Click aqui e acesse o artigo original
https://www.hojeemdia.com.br/primeiro-plano/onu-pede-ao-facebook-proatividade-contra-discurso-de-%C3%B3dio-1.651459

Veja também...

Brasil continuará incomodando países concorrentes no agronegócio, diz ministra – Economia

[ad_1] A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, disse nesta segunda-feira, 11, em Não-me-Toque (RS), onde …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.