segunda-feira, 14 outubro 2019
Início / Conteúdo / Natal magro: incertezas em relação à política levam empresários mineiros a adiar investimentos – Primeiro Plano

Natal magro: incertezas em relação à política levam empresários mineiros a adiar investimentos – Primeiro Plano

[ad_1]

O cenário de incertezas instaurado pelas eleições presidenciais derrubou o Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI), elaborado pela Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg). [/TEXTO]O índice caiu 1,1 ponto no confronto com o mês passado e fechou em 49,6 pontos, sinalizando redução de perspectiva do setor (valores abaixo de 50 pontos indicam falta de confiança). E o desânimo já refletiu no Natal. A previsão é a de que as encomendas para a data mais comercial do ano sejam significativamente menores quando comparadas a 2017.

“Não consigo falar um número que represente a indústria como um todo, porque tem setores que se sairão bem devido à alta do dólar. Mas, na média, houve redução das encomendas”, afirma o presidente da Fiemg, Flávio Roscoe. Como reflexo, os empresários colocam o pé no freio e adiam investimentos e, até mesmo, contratações.

De acordo com representante da indústria , a produção tende a cair no segundo semestre de anos eleitorais. No entanto, ele destaca que em 2018 a queda foi maior. “O Produto Interno Bruto (PIB) do país caiu 8% em três anos. Começamos a recuperar, mas não foi possível sustentar a melhora”, diz.

Ele pondera que após a definição do segundo turno será possível traçar perspectivas mais sólidas sobre o que cenário que virá. Se o mercado reagir bem, diz Roscoe, é possível retomar a produção e fechar o ano com o Natal no azul. “O parque industrial mineiro tem grande percentual ocioso. É possível recuperar a produção para o Natal”, afirma.

ICEI

O Índice de Confiança do Empresário Industrial é resultado da ponderação de índices que avaliam as condições atuais e as expectativas dos empresários para cenários futuros.No confronto com setembro do ano passado, o ICEI caiu 5,4 pontos e ficou dois pontos abaixo da média histórica para o mês (51,6 pontos). 

Cenário atual

O indicador que analisa a condição atual dos empresários recuou um ponto no confronto com o mês passado, fechando em 44,7 pontos. [/TEXTO]O resultado ficou abaixo de 50 pontos pelo sexto mês consecutivo. O índice é 6,6 pontos menor do que o registrado em setembro de 2017.

[

Cenário futuro

As expectativas dos empresários caíram menos e ficaram acima dos 50 pontos. [/TEXTO]Na comparação com agosto, houve recuo de 0,9 ponto, fechando em 52,3 pontos. 

Vale ressaltar, no entanto, que o índice foi 4,5 inferior ao apurado em setembro do ano passado e acumulou queda de 6,4 pontos no ano.

 

[ad_2]
Click aqui e acesse o artigo original
https://www.hojeemdia.com.br/primeiro-plano/natal-magro-incertezas-em-rela%C3%A7%C3%A3o-%C3%A0-pol%C3%ADtica-levam-empres%C3%A1rios-mineiros-a-adiar-investimentos-1.657545

Veja também...

Brasil continuará incomodando países concorrentes no agronegócio, diz ministra – Economia

[ad_1] A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, disse nesta segunda-feira, 11, em Não-me-Toque (RS), onde …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.