sexta-feira, 18 outubro 2019
Início / Conteúdo / Mesmo seco em casa, ora-pro-nóbis tem alto teor de proteínas, diz UFMG – Horizontes

Mesmo seco em casa, ora-pro-nóbis tem alto teor de proteínas, diz UFMG – Horizontes

[ad_1]

Que tal uma alternativa (ou complemento) ao consumo de proteína animal? Em breve, o ora-pro-nóbis – a conhecida hortaliça utilizada na culinária mineira – poderá chegar mais facilmente ao comércio e ser armazenada com mais durabilidade em casa. 

É o que mostram os resultados de um estudo desenvolvido pela Universidade Federal de Minas Gerais, em Montes Claros, no Norte do Estado. Os pesquisadores constataram que o alto teor proteico, além de minerais lipídios e carboidratos totais, se mantiveram mesmo após a desidratação do vegetal. 

Na prática, as folhas da hortaliça contém 22% de proteína bruta na matéria seca, índice considerado elevado pelo grupo que estuda a planta. durante o trabalho, foram testados dois tipos de processos de desidratação: pelo sol e por estufa. Em ambos, os resultados deixaram claro que o consumidor que busca uma alimentação balanceada e rica pode investir no ora-pro-nóbis desidratado. 

Facilidade em casa

E mais: quem quiser, pode desidratar o item em casa com eficácia. De acordo com a professora Neide Judith de Oliveira, após a desidratação, foram realizados testes de presença de sujidades, avaliação microbiológica e caracterização da composição nutricional. Ou seja, em bom Português: ora-pro-nóbis seco foi aprovado cientificamente. 

“Um resultado importante da pesquisa é a exequibilidade da técnica, ou seja, ela pode ser executada com métodos simples na casa do produtor agrícola se ele tomar os cuidados necessários no preparo dos alimentos”, explicou a pesquisadora. 

A intenção é que, a partir dos resultados do trabalho, os produtores rurais possam, após a desidratação, aproveitar o excedente da produção. A pesquisadora também acredita que, no futuro, o ora-pro-nóbis desidratado poderá ser comercializado a exemplo de temperos e outros vegetais. 

Planta boa

Segundo Neide de Oliveira, a hortaliça traz muitos benefícios para a saúde, como a alta presença de proteínas e a presença de mucilagem, tipo de fibra que melhora o funcionamento do intestino, além de oferecer aminoácidos essenciais.

O diferencial do ora-pró-nobis em relação a outras hortaliças é o seu cultivo facilitado, pois demonstra grande tolerância à seca, característica que garante a fixação da planta em regiões como o Norte de Minas, mesmo em períodos de escassez hídrica.  

Neide de Oliveira acrescenta a hortaliça é multifuncional: além de alimentícia, é usada como cerca viva, como contenção de áreas degradadas, cresce em solo pobre e ainda apresenta propriedades terapêuticas.

[ad_2]
Click aqui e acesse o artigo original
https://www.hojeemdia.com.br/horizontes/ora-pro-n%C3%B3bis-tem-alto-teor-proteico-mesmo-quando-desidratado-em-casa-mostra-pesquisa-da-ufmg-1.652051

Veja também...

Brasil continuará incomodando países concorrentes no agronegócio, diz ministra – Economia

[ad_1] A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, disse nesta segunda-feira, 11, em Não-me-Toque (RS), onde …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.