segunda-feira, 14 outubro 2019
Início / Conteúdo / Maria Suelen perde luta do bronze e Brasil tem pior Mundial de Judô desde 2009 – Esportes

Maria Suelen perde luta do bronze e Brasil tem pior Mundial de Judô desde 2009 – Esportes

[ad_1]

A peso pesado (+78kg) Maria Suelen Altheman perdeu a disputa do bronze no Mundial de Judô, realizado em Baku, no Azerbaijão, para a turca Kayra Sayit. O revés nesta quarta-feira (26) levou o Brasil a concluir as disputas individuais da competição com apenas uma medalha.

O País só subiu ao pódio com Erika Miranda (até 52kg), que faturou o bronze, um desempenho que deixa o Brasil com o seu pior resultado na história dos Mundiais nos eventos individuais desde a edição de 2009, em Roterdã, quando não conseguiu nenhuma medalha. Mas a competição só será concluída na quinta-feira (27), com a disputa por equipes.

Na luta pelo bronze, Maria Suelen levou um waza-ari de Sayit logo nos instantes iniciais, não conseguindo reagir depois. Nas semifinais, a brasileira havia encarado a cubana Idalys Ortiz, medalhista de ouro na Olimpíada do Rio, e perdeu. O resultado foi o mesmo das finais de 2013 e 2014 do Mundial de Judô, quando a rival faturou o título. E Ortiz voltou a se dar melhor, dessa vez ao aplicar um waza-ari no golden score.

Antes dessa derrota, Maria Suelen vinha se destacando em Baku, com três vitórias. A brasileira havia estreado na competição com vitória sobre a francesa Anne Fatoumata Bairo por ippon. Nas oitavas de final, também passou por ippon por sua rival, a alemã Carolin Weiss. A vaga nas semifinais foi obtida em uma luta equilibrada. Mais agressiva, ela forçou a aplicação de três punições à britânica Sarah Adlington, assegurando o seu triunfo.

OUTROS RESULTADOS

Também nesta quarta-feira (26), Rafael Silva, o “Baby”, e David Moura não conseguiram aproveitar a ausência da lenda francesa Teddy Riner no Azerbaijão. Ambos medalhistas no Mundial de 2017, os pesos pesados (+78kg) brasileiros foram eliminados logo na estreia. Vice-campeão em 2017, David Moura perdeu para o usbeque Bekmurod Oltiboev e admitiu decepção, pois mirava deixar Baku com o ouro.

“O resultado do ano passado me mostrou que eu poderia ser campeão neste ano. A gente tem que levar as derrotas como aprendizado, para nos tornarmos mais fortes, com mais potencial para ganhar. Mas, nada garante. Eu tenho certeza que estou melhor hoje do que estive no ano passado. E essa é a graça do judô: é imprevisível.”

Baby encarou o vice-campeão olímpico Hisayoshi Harasawa, do Japão, com cada um levando dois shidôs, o que provocou a realização do golden score, quando o brasileiro sofreu nova punição, definindo a sua derrota. “A luta estava bastante equilibrada. Eu acho que tive certa vantagem no período normal. Depois, no golden score, acabei levando o shido. Mas, é uma luta bastante parelha, um adversário que foi vice-campeão olímpico agora no Rio. Eu preciso ajustar, melhorar e pensar na próxima competição, que o Grand Slam do Japão. Tem o Mundial por Equipe também amanhã. Então é corrigir o que errei nesse combate e poder melhorar para as próximas lutas”, avaliou.

Estreante no Mundial, a peso pesado Beatriz Souza, de apenas 20 anos, conseguiu um ippon por imobilização em sua primeira luta, contra a húngara Mercedesz Szigetvari. Na sequência, porém, perdeu para Sayitm, que deppis faturou o bronze contra Maria Suelen. Ela ainda vai participar neste ano no Mundial Junior (Sub-21), em outubro, nas Bahamas. “Criei a estratégia certa, na minha opinião. Fui para buscar o golpe, para trabalhar o ashi e poder entrar. No vacilo que eu dei no golpe que eu entrei ela acabou conseguindo o waza-ari. Eu dei tudo para buscar no final, mas não deu”, lamentou Beatriz.

Leia mais:

Érika Miranda fatura bronze e garante 1ª medalha para o Brasil no Mundial de Judô

Judocas brasileiros voltam a ser eliminados precocemente no Mundial

[ad_2]
Click aqui e acesse o artigo original
https://www.hojeemdia.com.br/esportes/maria-suelen-perde-luta-do-bronze-e-brasil-tem-pior-mundial-de-jud%C3%B4-desde-2009-1.658853

Veja também...

Brasil continuará incomodando países concorrentes no agronegócio, diz ministra – Economia

[ad_1] A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, disse nesta segunda-feira, 11, em Não-me-Toque (RS), onde …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.