quarta-feira, 13 novembro 2019
Início / Conteúdo / Imigrantes venezuelanos terão abrigo em Belo Horizonte e Montes Claros – Horizontes

Imigrantes venezuelanos terão abrigo em Belo Horizonte e Montes Claros – Horizontes

[ad_1]

Para ajudar a minimizar os efeitos, muitas vezes xenófobos, que a migração de venezuelanos para o Brasil tem gerado no Norte do país, Minas Gerais se prepara para receber dezenas de imigrantes. Quem ajuda a abrir as portas do Estado é o Serviço Jesuíta a Migrantes e Refugiados (SJMR), a Arquidiocese de Belo Horizonte, o Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR) e a Força Aérea Brasileira (FAB). 

Cerca de 500 venezuelanos entram no Brasil diariamente fugindo da crise de seu país de origem. O acesso se dá pela cidade de Pacaraima, no Acre, que faz fronteira com a Venezuela. Mas o alto fluxo migratório dos últimos anos tem gerado conflitos entre brasileiros e venezuelanos naquele Estado e também em Roraima, onde muitos deles se alocam. 

Com o objetivo de “escoar” os imigrantes para outras regiões, a SJMR passou a se mobilizar, junto às demais entidades, para disponibilizar os recursos básicos e as instalações necessárias para que estas famílias possam viver com dignidade no país em que encontraram abrigo. Entre o ano passado e janeiro deste ano, a união das entidades possibilitou a alocação de venezuelanos em São Paulo, na Bahia e no Rio Grande do Sul. 

Em Minas, a mobilização resultou na criação do programa “Acolhe, Minas”, que tem preparado o Estado, desde o ano passado, para também ser lar de imigrantes venezuelanos. No dia 15 deste mês, 45 deles desembarcam de um avião da FAB em três destinos mineiros: a Arquidiocese de BH e Casa dos Jesuítas, na capital, e também a Paróquia dos Jesuítas em Montes Claros. Trata-se de um projeto piloto, mas a ideia é que, a partir desta experiência, o Estado receba e acolha um número maior de imigrantes ao longo do ano. 

Como ajudar

A SJMR pede ajuda da população para arrecadar os itens que ainda estão em falta, como artigos de higiene pessoal, alimentos, roupas de cama e de banho, panelas, copos, pratos e talheres. Eles serão essenciais para o acolhimento das famílias venezuelanas em terras mineiras: 

As doações podem ser entregues de segunda a sábado, entre 8h e 17h, no escritório da entidade em BH: avenida Amazonas, 641 – 8° andar. 

Leia mais:

Para ONU, crise venezuelana ganhou dimensões globais

Brasil pode adotar ‘pequenas sanções’ à Venezuela, diz Mourão

 

[ad_2]
Click aqui e acesse o artigo original
https://www.hojeemdia.com.br/horizontes/imigrantes-venezuelanos-ter%C3%A3o-abrigo-em-belo-horizonte-e-montes-claros-1.691776

Veja também...

Brasil continuará incomodando países concorrentes no agronegócio, diz ministra – Economia

[ad_1] A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, disse nesta segunda-feira, 11, em Não-me-Toque (RS), onde …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.