quarta-feira, 26 junho 2019
Início / Capa / Hospital Nossa Senhora das Graças em Sete Lagoas pode fechar

Hospital Nossa Senhora das Graças em Sete Lagoas pode fechar

Hospital Nossa Senhora das Graças em Sete Lagoas pode fechar

O vereador Milton Martins (PSC) questionou que a situação não está resolvida, “como disse aqui o secretário de Saúde, Magnus Silva

Os contratos do Hospital Nossa Senhora das Graças (HNSG), principalmente com o município, preocupam os vereadores que falaram bastante sobre o tema na Reunião Ordinária dessa terça-feira (25). Durante sua comunicação pessoal, o vereador Milton Martins (PSC) questionou que a situação não está resolvida, “como disse aqui o secretário de Saúde, Magnus Silva”. Martins disse ainda que foi chamado ao hospital, junto da Comissão Permanente de Saúde, para tomar pé da situação.

O vereador Rodrigo Braga (PV) explicou que a reunião serviu para “esclarecer os fatos, não teve tendência política, tiveram duas situações sobre o mesmo assunto e fomos esclarecer”, reforçou. Marcelo Cooperseltta (MDB), ainda na comunicação pessoal, lamentou que “a gente não sabe a realidade de valores”, disse sobre o hospital antes de sugerir uma Audiência Pública para tratar do assunto.

Gilson Liboreiro (PHS) também falou do assunto e não escondeu a preocupação com a situação. “O medo é para que não feche. Porque não seria o primeiro hospital filantrópico a fechar no Brasil”. Dr. Euro ratificou a sugestão de Cooperseltta e defendeu uma Audiência Pública. “Vamos fazer uma acareação, chamar os dois lados, para saber o que é verdade”.

Na pauta de votações dois textos foram retirados. O PLO 320/2018 que “altera a lei delegada nº 18 de 26 de setembro de 2013 que “cria nova estrutura administrativa da controladoria geral do município, e dá outras providências, com base no decreto legislativo nº 1.211/2013”. E o APL 482/2018, da vereadora de Marli de Luquinha (PSC), que “torna obrigatória a divulgação da relação de todas as vacinas contra doenças infectocontagiosas que não são disponibilizadas na rede pública de saúde do município de Sete Lagoas”.

PLO

Os demais textos foram todos aprovados. Do Executivo, o Projeto de Lei Ordinária (PLO) 318/2018, “dispõe sobre a criação da medalha e do diploma de mérito “Afrânio de Avellar Marques Ferreira”. E Zé do União (PSL) assina o PLO 288/2018 que “denomina via pública e dá outras providências José Moreira de Souza”.

PDL

Rodrigo Braga (PV) teve votado o Projeto de Decreto Legislativo (PDL) 4/2018 que “concede diploma de cidadania honorária a Nires da Silva”.

APL

O vereador Rodrigo Braga é autor também de Anteprojetos de Lei (APL) inseridos na pauta. O APL 456/2018 “dispõe sobre a instituição da ginástica laboral como prática obrigatória na administração pública municipal direta e indireta e dá outras providências”. O APL 476/2018 “dispõe sobre afixação de cartazes nas unidades públicas de saúde do município, alertando sobre a Síndrome Alcoólica Fetal – SAF”.

Também é de Braga o APL 485/2018 que “dispõe sobre a realização do teste de cores “ishihara”, visando o diagnóstico do daltonismo nos alunos da rede municipal de ensino”. O APL 457/2018 é de Euro Andrade (PP) e “concede subvenção social a associação Ivone e Pedro Lanza – IPELDOWN”.

Pr. Alcides (PP) teve votado o APL 483/2018 que “dispõe sobre o serviço que organiza o acolhimento, em residências de famílias previamente cadastradas e aptas, de crianças e adolescentes afastados da família de origem mediante medida protetiva, denominado “família acolhedora”.

RFPL RFAPL

Encerrando a sessão foram votadas as Redações Finais dos Projetos de Lei (RFPL) 316/2018, 244/2018, 273/2018 e 274/2018. E as Redações Finais dos Anteprojetos de Lei (RFAPL) 387/2018, 444/2018, 448/2018, 449/2018, 451/2018, 455/2018, 459/2018, 473/2018, 474/2018, 481/2018, 484/2018, 489/2018, 513/2018 e 518/2018.

Com informações da Ascom Câmara

Veja também...

Cuidadora é presa por estuprar paciente com paralisia; vítima denunciou com ajuda dos olhos

Cuidadora é presa por estuprar paciente com paralisia; vítima denunciou com ajuda dos olhos Mulher …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.