segunda-feira, 14 outubro 2019
Início / Conteúdo / Homem que matou aluna da Unicamp é condenado a 36 anos de prisão – Primeiro Plano

Homem que matou aluna da Unicamp é condenado a 36 anos de prisão – Primeiro Plano

[ad_1]

A Justiça condenou a 36 anos de prisão o jardineiro Marcelo Soares de Moraes Silva, de 31 anos, pela morte da estudante Sandy Andrade Santos, de 21 anos. Ela foi assassinada após uma tentativa de estupro perto do campus da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), onde estudava.

O crime aconteceu em março de 2017, um mês após Silva ter deixado a cadeia. Ele já havia sido condenado pelo crime de estupro.

O julgamento da morte de Sandy foi realizado nesta quinta-feira (28). Silva já estava preso e vai cumprir pena pelos crimes de sequestro, tentativa de estupro e homicídio qualificado.

A Justiça levou em conta os agravantes, como emprego de meio cruel e reincidência. Durante o julgamento, houve protesto de familiares e amigos de Sandy e uma pessoa chegou a ser retirada da sala do júri após gritar pedindo a condenação. A defesa de Silva informou que vai recorrer da decisão.

[ad_2]
Click aqui e acesse o artigo original
https://www.hojeemdia.com.br/primeiro-plano/homem-que-matou-aluna-da-unicamp-%C3%A9-condenado-a-36-anos-de-pris%C3%A3o-1.659494

Veja também...

Brasil continuará incomodando países concorrentes no agronegócio, diz ministra – Economia

[ad_1] A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, disse nesta segunda-feira, 11, em Não-me-Toque (RS), onde …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.