sexta-feira, 22 novembro 2019
Início / Capa / Governo de MG ainda não tem previsão para quitar 2ª parcela de salário de servidor

Governo de MG ainda não tem previsão para quitar 2ª parcela de salário de servidor

Governo de MG ainda não tem previsão para quitar 2ª parcela de salário de servidor

A Secretaria da Fazenda confirmou na manhã desta sexta-feira que ainda há servidores sem receber, mas não informou quantos estão nesta situação

A expectativa do governo de Minas de concluir os pagamentos dos servidores do estado nessa quinta-feira, conforme chegou a ser divulgado pela assessoria, não se concretizou. A Secretaria de Estado da Fazenda confirmou, na manhã desta sexta-feira, que ainda há funcionários sem receber a segunda parcela dos salários de julho. Uma nova previsão para a quitação da folha pode ser divulgada nesta tarde.

Pela escala de pagamento divulgada para este mês, a segunda parcela dos salários deveria ter sido depositada na quarta-feira (25), mas isso só ocorreu para para dos funcionários da ativa.

Diferentemente do que ocorreu em outros meses, a Secretaria da Fazenda não informou quantos servidores estão com a parcela em atraso.

O atraso foi motivo de cobranças dos sindicatos dos servidores – Sindpúblicos e Sind-Ute.

No dia em que foi divulgada a escala de julho, pouco antes de ela sair, o governador Fernando Pimentel (PT) admitiu que as datas seriam apenas uma previsão. Segundo ele, o pagamento depende da entrada de recursos no estado.

Conforme cronograma do governo, a segunda parcela devida é de R$ 1,5 mil para os funcionários da educação e demais setores administrativos. Para quem trabalha na segurança ou na Fundação Hospitalar (Fhemig), o valor continua sendo de R$ 3 mil. O restante dos salários, para quem ganha mais de R$ 3 mil ou R$ 6 mil, será quitado no dia 31.

Confira a escala de julho:

1ª parcela: 13/7 (sexta-feira)
2ª parcela: 25/7 (quarta-feira)
3ª parcela: 31/7 (terça-feira)

Os critérios adotados são os seguintes:
– Na primeira parcela, serão depositados até R$ 3 mil para os servidores da Segurança Pública e da FHEMIG. Para os demais servidores, serão depositados até R$ 1.500;
Na segunda parcela, os critérios serão iguais aos da primeira;
Na terceira parcela, serão depositados os valores restantes para todos os servidores.

Com informações do Estado de Minas.

Veja também...

Clima de deserto; calor em Minas Gerais bate recorde

O tempo seco bate recorde em Belo Horizonte, o clima de deserto domina regiões do estado e o fantasma …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.