sábado, 16 novembro 2019
Início / Conteúdo / Gol automático é ótimo, mas chegou muito tarde – Geral

Gol automático é ótimo, mas chegou muito tarde – Geral

[ad_1]

Eu adoro o Gol. Sempre gostei do hatch da VW. Mesmo com pedaleira torta, suspensão dura, acabamento pobre, ainda sim é um carro que me dá prazer de dirigir. Mas, é fato que poucos automóveis se adaptaram tão bem ao hostil habitat das vias brasileiras como esse Volkswagen. Mas todo mundo sabe que o Gol perdeu fôlego nos últimos cinco anos.

A razão disso foi o atraso tecnológico. Enquanto HB20 e Onix, projetados a partir do Gol receberam mais avanços, a VW pouco fez com o carrinho. Preferiu investir no moderno Up, que não vingou por ser miúdo demais (apesar de ser um automóvel excelente).

O Gol com caixa automática chegou ao mercado na virada do semestre. Trata-se da mesma transmissão que equipa Polo, Golf, Virtus e Audi A3 Sedan. E trata-se do equipamento que a VW deveria ter instalado no Gol há seis anos, quando os dois rivais chegaram e pisotearam.

Na época, a VW apostou na caixa automatizada I-Motion, fabricada pela Magneti Marelli. Essa tranqueira ainda continua sendo oferecida na SpaceFox e no Fox. Ambos vivem a agonia de quando chegará o momento da extrema unção.

 

AVALIAÇÃO

Testamos o Gol 1.6 automático. Isso mesmo, o veterano que teve incontáveis versões de acabamento hoje se chama apenas Gol e se difere pelo motor 1.0 de 82 cv ou 1.6 de 117 cv. E claro, pela opção da transmissão garbosa.

Com preço inicial de R$ 54.480, ele é mais barato que o Polo equipado com o mesmo motor MSI 1.6 e caixa manual. No entanto, a Volks também passou a oferecer o compacto com motor 1.600 e transmissão automática de seis marchas, partindo de R$ 62.920.

Com todos opcionais disponíveis, a versão testada é avaliada em R$ 60.050. Ou seja, ainda sim o Gol é mais barato que o Polo MSI automático. Por outro lado, não dá para comparar o nível de segurança do modelo mais recente.

O compacto oferece estrutura mais moderna que o Gol, que padece sem acesso a tecnologias, como controle de estabilidade (ESP) e opção de bolsas laterais.

Gol 1.6 AT6

O que é?


Hatch compacto, quatro portas e cinco lugares.

 

Onde é feito?

Fabricado na planta de São Bernardo do Campo (SP).

 

Quanto custa?

Entrada: R$ 54.580

Testado: R$ 60.050

 

Com quem concorre?

O Gol automático disputa mercado com Chevrolet Onix LT 1.4 AT6 (R$ 61.190), Fiat Cronos Drive 1.3 GSR (R$ 61.990), Ford KA SE 1.5 AT6 (R$ 56.990), Hyundai HB20 Comfort Plus 1.6 AT6 (R$ 58.950), Nissan March SV 1.6 CVT (R$ 57.990) e Toyota Etios X 1.3 AT4 (R$ 54.490)

 

No dia a dia

A inclusão da caixa automática, sem dúvidas, é a maior inovação técnica desde a inclusão da injeção eletrônica com o GTI 2000, lá em 1989. No uso cotidiano, ele une a praticidade da caixa automática com seu porte diminuto, oferecendo mobilidade no trânsito e conforto.

 

O preço de R$ 54.580 é praticamente uma isca para atrair o consumidor, pois equipamentos como computador de bordo, trio elétrico (vidros, travas e retrovisores elétricos), volante multifuncional com ajuste de altura, multimídia (com Bluetooth, Apple CarPlay, Android Auto, sensor de estacionamento com gráfico de aproximação), rodas de liga leve aro 15 e faróis de neblina fazem parte de um pacote que custa R$ 5 mil. De série, apenas direção assistida e ar-condicionado.

 

Motor e transmissão

O motor MSI 1.6 de 117 cv 16,8 mkgf oferece excelente comportamento ao hatch e a combinação com a caixa automática de seis marchas garante um comportamento exemplar. As trocas são rápidas e ele sempre irá entregar a melhor oferta de torque. Isso faz dele um carro muito ágil na cidade e na estrada, com ótimas retomadas.

 

Por outro lado, o casamento acabou penalizando o consumo, que ficou bem aquém das demais avaliações feitas com a inúmeras versões do Gol, com caixa manual.

 

Como bebe?

Abastecido com álcool, ele registrou média de 6.9 km/l no trajeto combinado entre urbano e rodoviário.

 

Suspensão e freios

A suspensão do Gol recorre ao conhecido eixo rígido na traseira e independente McPherson na frente. O acerto privilegia o estabilidade, que lhe garante controle nas curvas mais velozes sem deixar a carroceria oscilar. Por outro lado, o conforto é penalizado, principalmente porque o estofamento do Gol está longe de ser uma referência em maciez.  

 

Já os freios contam com disco na frente e tambor na traseira. Um ponto negativo é a ausência dos controles de tração (TC) e estabilidade (ESP), assim como sistema de imbolização pós colisão, presentes no Polo. Por outro lado, ele oferece alerta de frenagem de emergência (ESS).

 

Pontos positivos

Desempenho

Transmissão

Estabilidade

 

Pontos negativos

Escassez de itens de segurança

Estofamento duro

Pacote de itens de série pobre

 

Recall

A VW acaba de convocar unidades do Gol e Voyage fabricadas entre maio e junho deste ano para verificação do cinto de segurança traseiro esquerdo que pode se soltar.

Informações: vw.com.br

[ad_2]
Click aqui e acesse o artigo original
https://onorte.net/geral/gol-autom%C3%A1tico-%C3%A9-%C3%B3timo-mas-chegou-muito-tarde-1.681332

Veja também...

Brasil continuará incomodando países concorrentes no agronegócio, diz ministra – Economia

[ad_1] A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, disse nesta segunda-feira, 11, em Não-me-Toque (RS), onde …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.