quarta-feira, 20 novembro 2019
Início / Capa / Galo aplica virada, quase goleia e freia Cruzeiro no Brasileiro

Galo aplica virada, quase goleia e freia Cruzeiro no Brasileiro

Galo volta a fazer três gols no Cruzeiro e ‘quebra’ promessa de Mano

Clássico do primeiro turno teve o mesmo placar do jogo desse domingo: 3 a 1; após aquela partida, técnico celeste garantiu ao torcedor que o time não levaria mais três gols

Depois de ter perdido para o Atlético por 3 a 1 no primeiro turno do Campeonato Brasileiro, em duelo realizado no Independência, o técnico Mano Menezes prometeu ao torcedor celeste que o time não levaria mais três gols no jogo seguinte. Aquele ‘voto’ do comandante representou a subida de produção da Raposa, preponderante para a conquista do pentacampeonato da Copa do Brasil. Tanto que em um espaço de 25 jogos, a defesa celeste só foi vazada em três oportunidades na derrota para o São Paulo por 3 a 2, no Morumbi, pela 20ª rodada do Brasileiro. Até que veio o clássico desse domingo.

Atuando dessa vez no Mineirão, o Atlético voltou a bater o rival pelo mesmo placar do turno: um 3 a 1. E as nuances foram bem parecidas. No clássico disputado no Horto, foi um gol estrangeiro, marcado por Cazares, e dois de um jogador, no caso Fred. Nesse domingo, Otero empatou e Robinho bateu Fábio duas vezes. Os três gols alvinegros foram marcados por erros de marcação, além da qualidade de Robinho, autor de dois gols em que deixou os defensores celestes batidos.

“A marcação que você faz na linha de quatro, quando a jogada inicia do outro lado, e as duas foram assim, o jogador da última linha, no caso, Ezequiel, precisa fechar. Robinho é que teve o mérito de ao dominar a bola, definir muito bem. Talvez, o nosso pecado foi não ter uma cobertura para não tomar o drible pra dentro, fazer o jogador levar para a linha de fundo. Porque a gente olha bastante televisão, e o Robinho já deve ter feito uns 100 gols mais ou menos com essa bola dominada. Temos que conhecer com quem a gente esta jogando, mesmo com todos os méritos que ele tem”, avaliou o técnico Mano Menezes.

De quebra, o Atlético ainda deu fim a uma sequência de 16 jogos de invencibilidade do Cruzeiro dentro de casa. A última derrota da Raposa no Mineirão foi frente a Chapecoense por 2 a 0, pela quarta rodada do Brasileirão, no dia 4 de junho.

Com informações do O Tempo.

Veja também...

Clima de deserto; calor em Minas Gerais bate recorde

O tempo seco bate recorde em Belo Horizonte, o clima de deserto domina regiões do estado e o fantasma …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.