quarta-feira, 16 outubro 2019
Início / Conteúdo / Formalização cresce em Montes Claros – Montes claros

Formalização cresce em Montes Claros – Montes claros

[ad_1]

O número de formalização de microempreendedores individuais (MEI) em Montes Claros cresceu 4,4% no ano passado em relação a 2017. Segundo levantamento realizado pelo Sebrae, o destaque foi para os setores de vestuário, obras de alvenaria, serviços domésticos e promoção de vendas.

A chegada de novos empreendedores aquece a economia local, pois gera empregos e movimenta o mercado. Além disso, demonstra que trabalhadores estão driblando o desemprego e, ao mesmo tempo, deixando de lado a informalidade.

O Sebrae fechou o balanço do ano passado com 16.502 MEIs – 695 formalizações a mais do que em 2017. Para o economista Marcos Verassani, o cenário não é de comemoração, uma vez que a taxa de desemprego atual no país, de acordo com o IBGE, chega perto dos 13%. Sendo assim, cada vez mais pessoas optam por abrir um negócio próprio para complementar a renda da família.

“Quando vai abrir um negócio, primeiro se observa o cenário macroeconômico: se a economia está bem (o que pode ser observado com informações dos próprios jornais ou sites especializados), possíveis concorrentes diretos e indiretos e também o público-alvo do seu produto”, alerta o especialista.

Há três anos trabalhando com brindes personalizados, a microempresária Ana Paula Marques formalizou o empreendimento em janeiro deste ano. Segundo ela, o registro no Sebrae gera credibilidade para a empresa, que fica no bairro Jardim São Luiz.

“Antes, as pessoas tinham certo receio de comprar, não confiavam muito porque não tinha CNPJ. Agora, com o registro de MEI, além de conseguir algumas facilidades no meio empresarial (como empréstimos), os consumidores são mais atraídos pelo compromisso que mostramos”, destaca.

 

RANKING

Minas Gerais está no topo da lista de formalizações, com 37 mil MEIs. Em todo o Estado, as atividades com os maiores números de registros durante o ano foram: promoção de vendas (4.628 MEIs), serviços domésticos (4.459 MEIs), obras de alvenaria (4.388 MEIs), cabeleireiros, manicure e pedicure (4.322 MEIs) e preparação de documentos e serviços especializados de apoio administrativo (2.574 MEIs).

Vale lembrar que no final de janeiro de 2018 houve o cancelamento de mais de 117 mil CNPJs de MEIs no Estado. Os donos dos registros estavam em débito com o pagamento de tributos nos últimos três anos e/ou não entregaram as Declarações Anuais do Simples Nacional (DASN-Simei).

“Considerando as exclusões de CNPJ de MEI que tivemos no início do ano, Minas Gerais registrou ainda 154 mil novas formalizações em 2018, mais de 18% do total de 2017”, justifica o analista do Sebrae Minas Breno Fernandes.

 

QUEM PODE SER

O cadastro de MEI é dedicado para empreendedores informais ou não, que faturam até R$ 81 mil por ano e que possuem no máximo um funcionário, como cabeleireiros, fotógrafos, comerciantes, pedreiros, donos de lanchonetes e outros.

O microempresário também conta com diversos benefícios, como aposentadoria e auxílio-doença, além da possibilidade de participar de licitações públicas.

[ad_2]
Click aqui e acesse o artigo original
https://onorte.net/montes-claros/formaliza%C3%A7%C3%A3o-cresce-em-montes-claros-1.694899

Veja também...

Brasil continuará incomodando países concorrentes no agronegócio, diz ministra – Economia

[ad_1] A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, disse nesta segunda-feira, 11, em Não-me-Toque (RS), onde …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.