terça-feira, 12 novembro 2019
Início / Conteúdo / Foguetório perto do hotel causa nervosismo em comissão técnica do Boca Juniors em BH – Esportes

Foguetório perto do hotel causa nervosismo em comissão técnica do Boca Juniors em BH – Esportes

[ad_1]

O clima de Copa Libertadores toma conta de Belo Horizonte. A partida entre Cruzeiro e Boca Juniors, nesta quinta-feira, começou muito antes do apito inicial do árbitro, programado para 21h45. É que na madrugada que antecedeu ao confronto houve foguetório no hotel onde a delegação argentina está hospedada na capital mineira. O que acirrou ainda mais a rivalidade entre brasileiros e hermanos.

Ao primeiro indício de que haveria estouro de fogos na concentração do Boca Juniors, a reportagem do Hoje em Dia hospedou-se no hotel ao lado de onde estavam os argentinos.

Perto da 0h30, começaram gritos de “Zeiro, Zeiro”, que vinham da avenida Cristiano Machado. Os sons ainda eram “tímidos”, pois apareciam de forma isolada. Enquanto isso alguns torcedores do Boca Juniors no hall de entrada do hotel, mas sem alarde, bagunça ou euforia. Apenas a presença mesmo de adeptos do clube Xeneize.

Os foguetes mesmo começaram a explodir na madrugada de quarta para quinta. Por volta de 1h15 houve a primeira sequência de explosões. E os foguetes fizeram muito barulho na avenida Bernardo Vasconcelos, que fica próxima à Cristiano Machado, “nas costas” do hotel.

As explosões não eram muito continuas, aconteciam de forma espaçada. perto das 2h um veículo Uno de cor prata passou em frente ao hotel. Uma pessoa que estava no banco do passageiro, na frente, disparou foguetes com o carro em movimento.

AA

Guilherme Guimarães 

cruzeiro, boca juniors, ouro minas, foguete, explosão

 


 

Nessa hora um funcionário do hotel, que pediu para não ser identificado, comentou que o técnico Guilhermo Schelotto saiu no corredor para saber onde estavam os responsáveis pelos foguetes. Ainda de acordo com o funcionário da hospedaria, o barulho dos fogos incomodou muito, tanto os jogadores quanto a comissão técnica do Boca Juniors.

Nova rajada

O relógio marcava 2h39 e mais uma rajada forte estourou. Dessa vez até uma Cachoeira iluminada coloriu o céu. Assim que os fogos terminaram de explodir, carros que passavam na avenida buzinaram. Um motoboy até gritou: “não deixa esses caras dormir não!”

Os seguranças do hotel procuravam de onde vinham os foguetes e conversavam a todo instante pelo rádio comunicador. Durante um dos bate-papos, quando o relógio marcava algo em torno de 2h40, uma viatura da polícia, uma Palio Weekend, estacionou na pista do Move em frente ao hotel. Os policiais foram conversar com o segurança da estação Ouro Minas, ficaram parados por aproximadamente 5 minutos e foram embora.

Poucas viaturas da polícia passaram no local no intervalo de meia-noite às 3h40, horário que o HD esteve na porta do hotel. Após esse período foram ouvidos outros estouro de fogos nos arredores do hotel da delegação do Boca Juniors. 

A presença da polícia também era monitorada pelos fogueteiros. Segundo informações obtidas pela reportagem, um drone auxiliava os responsáveis pelos foguetes. O aparelho dava um panorama aéreo da região para tentar captar a presença dos militares.

[ad_2]
Click aqui e acesse o artigo original
https://www.hojeemdia.com.br/esportes/foguet%C3%B3rio-perto-do-hotel-causa-nervosismo-em-comiss%C3%A3o-t%C3%A9cnica-do-boca-juniors-em-bh-1.660872

Veja também...

Brasil continuará incomodando países concorrentes no agronegócio, diz ministra – Economia

[ad_1] A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, disse nesta segunda-feira, 11, em Não-me-Toque (RS), onde …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.