quarta-feira, 20 novembro 2019
Início / Conteúdo / Fim da culpa por usar canudos – Primeiro Plano

Fim da culpa por usar canudos – Primeiro Plano

[ad_1]

O empresário Daniel Drummond, natural de Belo Horizonte, criou uma alternativa biodegradável e reutilizável que pode reduzir a poluição causada por canudos plásticos: substitutos de bambu. Ele atua com a esposa, Aline Ramos, confeccionando os itens de maneira totalmente artesanal.

Os kits – com duas, quatro ou seis unidades, acompanhadas de escova de inox para higieniza-ção e saquinho de algodão para armazenagem – foram lançados entre novembro e dezembro de 2018. Também acompanha um manual de uso e conservação. O primeiro lote, de 500 unidades, esgotou-se, gerando uma fila de espera, problema já superado. A intenção é consolidar o produto em 2019.

Daniel conta que trabalhava com a matéria-prima, produzindo piteiras, no segmento de tabacaria. Ele havia produzido alguns canudos no material para uso pessoal, quando a versão plástica foi proibida na capital do Rio de Janeiro e ele vislumbrou a demanda pela mercadoria.

Em Belo Horizonte, existe um Projeto de Lei semelhante, o PL 633/18, de autoria do vereador Fernando Luís (PSB). O texto, aprovado pela Comissão de Legislação e Justiça, aguarda tramitação na Câmara e prevê a substituição do canudo de plástico por opções biodegradáveis em restaurantes e bares, além de órgãos e entidades do Poder Público no município.

Uma das vantagens do canudo de bambu é que na matéria-prima existe um bactericida natural. Assim, a produção artesanal trata o elemento de maneira a preservar essa característica, tornando o produto final uma solução “super higiênica”, nas palavras do idealizador. A composição antimicrobiana dispensa ainda o uso de fertilizantes e agrotóxi-cos durante o crescimento da planta.

Além disso, é possível personalizar o item, através de gravação a <CF36>laser</CF>. O recurso será mais bem explorado em 2019, oferecido a hotéis e navios, e a produtores de festas, como formaturas e casamentos. Por enquanto, o público-alvo da marca é o consumidor final, com quem é trabalhado o conceito de consumo responsável, não transferindo a tarefa aos estabelecimentos.

Os kits são comercializados via e-commerce. A opção com dois canudos e uma escova custa R$ 29,90

SERVIÇO

É Coisa Bio

Site de vendas: www.ecoisabio.com.br

Fan page: @ecoisabio

Instagram: @coisasdebambu / @ecoisabio

 

[ad_2]
Click aqui e acesse o artigo original
https://www.hojeemdia.com.br/primeiro-plano/fim-da-culpa-por-usar-canudos-1.682582

Veja também...

Brasil continuará incomodando países concorrentes no agronegócio, diz ministra – Economia

[ad_1] A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, disse nesta segunda-feira, 11, em Não-me-Toque (RS), onde …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.