quarta-feira, 8 julho 2020
Início / Capa / Filho de Vereador é preso por fraude em Vestibular de Medicina em Sete Lagoas

Filho de Vereador é preso por fraude em Vestibular de Medicina em Sete Lagoas

O homem pagou R$ 60 mil para membro de quadrilha fazer prova em seu lugar

Conforme veiculado na edição do Jornal Notícia desta terça-feira (06), a Delegacia de Falsificação e Defraudações de Sete Lagoas, sob o comando da delegada Fernanda Mara de Assis Costa, prendeu um aluno e um membro de uma quadrilha especializada em fraudes de vestibulares.

M.C.S.M., 20 anos, é filho de um Vereador da cidade de Nazareno-MG, aproximadamente 289 km de Sete Lagoas. O jovem confessou ter pago R$ 60.000,00 a uma quadrilha para que um membro, chamado “QI” do bando (com quociente de inteligência mais alto) fizesse a prova do vestibular de medicina da Faculdade Atenas de Sete Lagoas em seu lugar. O contato de M.C.S.M., era J.C.O., de 45 anos.

Para que nada desse errado no dia da prova, a quadrilha montou uma carteira de identidade com todos os dados iguais ao do estudante, mas com a foto do “QI”, que é responsável por fazer as provas masculinas.

Por fim, o homem se deu bem e conseguiu alcançar boa nota no resultado do vestibular, realizado em Sete Lagoas.

A Delegacia de Falsificação e Defraudações de Sete Lagoas, com o apoio da Delegacia de Homicídios, sob o comando da delegada Fernanda Mara de Assis Costa e contando com os investigadores Junio Maurício, Leonardo Tinoco, Pedro, Magno, Janaína Jardim, Wendel Felipe e o perito Loredo, fizeram levantamentos sobre o vestibular, que apontaram a fraude na realização do vestibular.

Os policiais chegaram primeiro até M.C.S.M., que ainda estava usando a Carteira de Identidade falsa montada para realizar a prova.

A CI com seus dados e foto de um dos membros da quadrilha foi apreendida quando procurou a instituição de ensino para realizar sua inscrição. Ele inclusive queria pagar todo o semestre de forma adiantada.

Quando os investigadores realizavam a prisão de M.C.S.M., perceberam que um veículo Saveiro fugiu em alta velocidade. Após perseguição eles prenderam J.C.O., que já foi preso em outra ocasião por fraude em vestibular. M.C.S.M. e J.C.O., foram presos em flagrante pela delegada Fernanda Mara de Assis Cota por usos de documento falso e formação de quadrilha – art. 297 e 304, sendo recolhidos ao Presídio de Sete Lagoas. Os presos não quiseram dar nomes aos demais membros da quadrilha, mas a polícia tem a foto do indivíduo que fez a prova e está em buscas pelo mesmo.

A faculdade Atenas colaborou com a investigação prestando todas as informações à Polícia Civil.

O pai de M.C.S.M. não se manifestou sobre o ocorrido.

Em depoimento a reportagem do Portal Sete, a Faculdade Atenas informou que o aluno foi impedido de realizar a matrícula e em breve divulgará uma nota de esclarecimento sobre o ocorrido.

Com informações do Jornal Notícia.

Veja também...

Clima de deserto; calor em Minas Gerais bate recorde

O tempo seco bate recorde em Belo Horizonte, o clima de deserto domina regiões do estado e o fantasma …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.