domingo, 20 outubro 2019
Início / Conteúdo / Ferrari homenageia barchettas com Monza SP1 e SP2 – Primeiro Plano

Ferrari homenageia barchettas com Monza SP1 e SP2 – Primeiro Plano

[ad_1]

Sabe aquele sujeito boa praça da banca de jornais que sempre separa uma edição nova ou especial da publicação que você curte? Pois é. Na Ferrari também há um executivo de vendas ponta firme que sempre avisa a seus clientes quando a marca de Maranello resolve lançar um modelo especial. Recentemente, ele telefonou para alguns seletos colecionadores para oferecer os modelos Monza SP1 e Monza SP2.

 

Desenvolvidos a partir do conjunto mecânico da 812 Superfast, os dois modelos se diferenciam pelo fato de um ter apenas um assento e o segundo, dois. Ambos com estilo inspirado nas antigas barchettas de corrida 750 Monza e 860 Monza, que eram conversíveis equipados de santo-antônio com corcovas aerodinâmicas e cobertura sobre o banco do passageiro para reduzir o arrasto.

 

 

Ferrari / N/A

Ferrari SP1

 

Estrutura

As barchettas (que numa tradução literal do italiano significam barquinhos) são conversíveis de dois lugares, como os roadsters ingleses, mas com foco nas pistas. As Monza SP1 e SP2 foram construídas sobre a estrutura de fibra de carbono em peça única, que segundo os engenheiros oferece grande resistência e compensam a ausência do teto e suas colunas para garantir rigidez.

 

Tal como nas primeiras barchettas, a dupla teve a carroceria feita em materiais leves e desenho com foco na melhor aerodinâmica. A SP1 pesa apenas 1.500 quilos, enquanto a irmã de dois lugares tem 20 quilos a mais.

 

Seguindo os dogmas desse tipo de carro de corridas, elas não contam com para-brisas. Afinal não têm colunas e como são carros para pista, o piloto deverá estar paramentado de um capacete.

 

Por outro lado, são carros feitos também para uso urbano e o resultado é um para-brisas virtual. A Ferrari instalou potentes difusores de ar que sopram o vento para cima e não deixam que ele vá em direção do motorista. Mas só não pode chover!

 

Motor

O motor V12 6.5, herdado da Superfast, passou por ajustes e teve a potência elevada para 810 cv e torque 71,9 mkgf. O resultado é uma aceleração brutal de 0 a 100 km/h em míseros 2,9 segundos. A marca não divulgou a máxima, talvez pelo fato de não ser prudente arriscar uma das pouquíssimas unidades a ir ao limite de sua capacidade. Mesmo assim, garante que vai acima dos 300 km/h.

[ad_2]
Click aqui e acesse o artigo original
https://www.hojeemdia.com.br/primeiro-plano/ferrari-homenageia-barchettas-com-monza-sp1-e-sp2-1.657896

Veja também...

Brasil continuará incomodando países concorrentes no agronegócio, diz ministra – Economia

[ad_1] A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, disse nesta segunda-feira, 11, em Não-me-Toque (RS), onde …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.