quinta-feira, 17 outubro 2019
Início / Conteúdo / Estudiantes e Santos duelam na Argentina por liderança de grupo na Libertadores

Estudiantes e Santos duelam na Argentina por liderança de grupo na Libertadores

[ad_1]

Pouco mais de uma semana após a eliminação nas semifinais do Campeonato Paulista, o Santos volta a campo nesta quinta-feira, às 21h30 (de Brasília), para enfrentar o Estudiantes em seu terceiro compromisso na Copa Libertadores e em confronto que valerá a liderança do Grupo F, no estádio Centenário, em Quilmes (região metropolitana de Buenos Aires), na Argentina.

Atualmente, porém, o Santos é o terceiro colocado da chave, com os três pontos somados na vitória sobre o uruguaio Nacional. E uma derrota, além de deixá-lo fora da zona de classificação às oitavas de final, o faria ficar muito distante do Estudiantes, que atualmente acumula quatro pontos.

Por isso, o confronto desta quinta-feira ganha em importância. E o Santos também quer deixar para trás a má impressão do seu único jogo como visitante nesta Libertadores, em Cuzco, no Peru, onde perdeu para o Real Garcilaso por 2 a 0, com uma atuação pobre. E se naquela oportunidade precisou lidar com a elevada altitude da cidade peruana, agora terá pela frente outro fator externo: a pressão da torcida adversária.

O Estudiantes costuma mandar os seus jogos no estádio Ciudad de La Plata, mas optou por transferir o duelo contra o Santos para a casa do Quilmes, de menor capacidade – cerca de 30 mil pessoas – e com características de “caldeirão”, situação que o time espera se aproveitar nesta quinta-feira.

“Contra o Real Garcilaso a altitude pesou muito. Para quem entra em campo é bem difícil. Mas agora é no nível do mar e será mais tranquilo para jogarmos. A pressão no estádio é normal, nosso elenco já está acostumado. E eles também vão sentir isso na Vila no jogo de volta”, afirmou Rodrygo, ao site oficial do Santos.

O Santos chega para o duelo contra o Estudiantes com um desfalque. Expulso no duelo contra o Nacional-URU, o atacante Gabriel terá que cumprir suspensão automática, levando o técnico Jair Ventura a formar o trio ofensivo com Arthur Gomes, Rodrygo e Eduardo Sasha. E a ausência do atacante também abre espaço para a escalação de um meia, função mais carente do elenco nesse momento e que será ocupada dessa vez por Jean Mota.

Mas além da ausência de Gabriel, o Santos também tem dúvidas. O zagueiro David Braz sofreu um edema na coxa esquerda durante um treinamento nesta semana, mas viajou para a Argentina. Ele deve ser aproveitado contra o Estudiantes, mas Luiz Felipe também está de sobreaviso para a possibilidade de ter que atuar ao lado de Lucas Veríssimo, que chegou a perder algumas atividades recentes por causa de uma virose.

Além disso, Léo Cittadini está recuperado de uma lesão muscular na coxa esquerda, mas Jair Ventura deve ser cauteloso, além de apostar na experiência de Renato, que o substituiu nos dois jogos das semifinais do Paulistão, para compor o meio de campo diante do Estudiantes. “Tivemos descanso, após uma batida de jogos muito forte. Foi uma semana boa. A gente aproveitou e se preparou para uma partida muito importante”, afirmou David Braz.

Rival do Santos, o clube de La Plata não vive bom momento nacionalmente. O time está há três rodadas sem vencer no Campeonato Argentino, ocupando a modesta 10.ª colocação. E o time terá um desfalque de peso: o volante e capitão Rodrigo Braña, que sofre com dores abdominais.

Apesar de ser um confronto com sete títulos da Libertadores, sendo quatro da equipe de La Plata, Estudiantes e Santos nunca se encontraram na competição. O time paulista, por sua vez, não atua na Argentina pela Libertadores desde 2012, quando foi batido por 1 a 0 pelo Vélez Sarsfield. Mas também foi lá que o time foi campeão continental em 1962 e 1963.

[ad_2]
Click aqui e acesse o artigo original
http://hojeemdia.com.br/esportes/estudiantes-e-santos-duelam-na-argentina-por-lideran%C3%A7a-de-grupo-na-libertadores-1.611129

Veja também...

Brasil continuará incomodando países concorrentes no agronegócio, diz ministra – Economia

[ad_1] A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, disse nesta segunda-feira, 11, em Não-me-Toque (RS), onde …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.