sexta-feira, 18 outubro 2019
Início / Conteúdo / Derrota em La Bombonera liga sinal de alerta cruzeirense no Brasileirão – Esportes

Derrota em La Bombonera liga sinal de alerta cruzeirense no Brasileirão – Esportes

[ad_1]

BUENOS AIRES – A derrota por 2 a 0 para o Boca Juniors, da Argentina, na noite desta quarta-feira (19), em La Bombonera, em Buenos Aires, deixa o Cruzeiro em situação complicada na Copa Libertadores. Numa competição em que o gol fora de casa é critério de desempate, o time do técnico Mano Menezes tem de vencer por três gols de diferença no próximo 4 de outubro, no Mineirão, quando as duas equipes fazem o jogo de volta. Ou devolver os 2 a 0 para forçar a decisão por pênaltis e apostar todas as fichas na eficiência de Fábio.

O confronto desta quarta-feira foi o 20º jogo oficial do Cruzeiro após a Copa do Mundo, num espaço de apenas dois meses. E a maratona decisiva da equipe do técnico Mano Menezes está longe de acabar, sendo que agora o foco no Campeonato Brasileiro precisa ser maior, pois conquistar uma vaga na Libertadores do ano que vem é fundamental. E no próximo domingo, a Raposa tem um confronto direto com o Santos pela sétima posição, a partir das 19h, no Mineirão, pela 26ª rodada.

Nesta sequência de jogos do Cruzeiro após o Mundial da Rússia, o Santos já foi adversário no Mineirão, na partida de volta pelas quartas de final da Copa do Brasil. E o Peixe venceu, de virada, por 2 a 1, resultado que levou a decisão para os pênaltis, pois a Raposa tinha feito 1 a 0 na Vila Belmiro. A decisão foi para os pênaltis e Fábio, com três defesas, garantiu a vitória cruzeirense por 3 a 0.

Apesar de o jogo ganhar em importância com a derrota desta quarta-feira, no confronto com o Santos, Mano Menezes não deverá escalar seu time com um primeiro volante. A prioridade é a partida da próxima quarta-feira, contra o Palmeiras, quando o Cruzeiro decide uma vaga na decisão da Copa do Brasil com a vantagem de ter vencido a ida, há uma semana, em São Paulo, por 1 a 0. Assim, um empate coloca o clube novamente na decisão do torneio, que este ano paga R$ 50 milhões ao seu campeão e R$ 20 milhões ao vice.

Henrique, que é titular, deve ser poupado. E Lucas Romero, que foi seu substituto no clássico do último domingo, contra o Atlético, recebeu o terceiro cartão amarelo e está suspenso. Mesmo que não tivesse, ele dificilmente jogaria.

Com a expulsão de Edílson semana passada, no Allianz Parque, o argentino será improvisado por Mano Menezes na lateral direita. Isso, com certeza, deve ter influenciado no fato de ele ter tomado o cartão amarelo no clássico, para cumprir numa partida que não seria utilizado de qualquer forma.

A opção de Mano Menezes é formar o seu meio com Bruno Silva e Ariel Cabral, mas os dois não têm as características de primeiro volante, mas já jogaram juntos. Isso aconteceu apenas uma vez, em 27 de janeiro, no terceiro jogo da temporada, na vitória por 2 a 1 sobre o Tombense, no Ipatingão, pela terceira rodada do Campeonato Mineiro.

Depois, Bruno Silva e Ariel Cabral chegaram a jogar juntos, como aconteceu por exemplo no último domingo, no 0 a 0 contra o Atlético, mas sem serem só eles os dois volantes da equipe.

O resultado diante do Boca Juniors joga pressão no Cruzeiro. E um novo fracasso, diante do Santos, faz da partida contra o Palmeiras, na próxima quarta-feira (26), uma decisão do ano cruzeirense.

 

[ad_2]
Click aqui e acesse o artigo original
https://www.hojeemdia.com.br/esportes/derrota-em-la-bombonera-liga-sinal-de-alerta-cruzeirense-no-brasileir%C3%A3o-1.657254

Veja também...

Brasil continuará incomodando países concorrentes no agronegócio, diz ministra – Economia

[ad_1] A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, disse nesta segunda-feira, 11, em Não-me-Toque (RS), onde …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.