quarta-feira, 20 novembro 2019
Início / Conteúdo / Dança que transforma vidas – Cultura

Dança que transforma vidas – Cultura

[ad_1]

Fundada em Montes Claros há sete anos, a Escola de Dança Pássaro Azul é uma prova de que a arte é importante ferramenta para a inclusão social. A escola oferece bolsas para crianças e jovens carentes, que, por meio do aprendizado de passos e movimentos, desenvolvem também qualidades como a autoestima e confiança – importantes para a formação e conquista de um futuro melhor.

A escola já revelou talentos como a aluna Maria Eduarda Durães, que há três anos está em Joinville (SC) como aluna do Balett Bolshoi, um dos mais importantes do mundo.

A importância da escola foi reconhecida neste mês pela Câmara Municipal de Montes Claros, que concedeu à instituição a placa de “Mérito Cultural Cândido Canela”, por meio de iniciativa do vereador Marlon Xavier (PTC).

“É uma maneira de apoiar e incentivar a arte, a dança e os movimentos culturais, uma vez que esta escola realiza um trabalho muito importante na cidade, que é de oferecer bolsas a alunos carentes e dar oportunidade para que eles desenvolvam seu potencial”, disse o vereador.

A dona da escola, Mara Meira David, destacou a importância da homenagem como reconhecimento do trabalho e espera que o gesto da Câmara chame a atenção do poder público e da sociedades, possibilitando parcerias para o desenvolvimento do projeto social.

“Quantitativamente ainda é pequeno o nosso trabalho social. É uma escola particular e a renda vem das mensalidades. Mas fizemos um processo seletivo e percebemos tantos talentos que resolvemos aumentar a quantidade de bolsas. Espero que com este reconhecimento possamos abrir mais portas. Estou muito feliz com essa homenagem”, declarou.

A escola tem 12 professores e 150 alunos. Para ter acesso às bolsas, que vão de 30% a 100%, os candidatos passam por audição, quando são avaliados pela equipe.

“Temos aulas de sete estilos de dança, do clássico ao contemporâneo. Oferecemos a bolsa integral para o balé clássico porque ele é a base, a porta de entrada para outras danças. Mas temos alunos que já estão fazendo jazz e acrobacias. Tem muitos talentos na cidade que precisam de estímulo. Devo a minha carreira a uma oportunidade que tive de ter uma bolsa. Sei como isso é importante”, confessa Mara.

Uma aluna que pretende seguir carreira na dança e se emociona ao falar da oportunidade na Pássaro Azul é Jhenifer Oliveira Rocha, de 13 anos, que há quatro recebeu o incentivo da escola.

“Foi uma grande oportunidade, afinal, não poderia pagar as mensalidades. Foi muito importante ter alguém que acredita em mim, que me motiva e que me incentiva sempre. É na dança que eu me encontro e recebo oportunidades para me desenvolver cada vez mais”, revela.

[ad_2]
Click aqui e acesse o artigo original
https://onorte.net/cultura/dan%C3%A7a-que-transforma-vidas-1.682590

Veja também...

Brasil continuará incomodando países concorrentes no agronegócio, diz ministra – Economia

[ad_1] A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, disse nesta segunda-feira, 11, em Não-me-Toque (RS), onde …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.