domingo, 17 novembro 2019
Início / Conteúdo / Com solstício de verão, dia mais longo chega ao hemisfério sul | Ciência

Com solstício de verão, dia mais longo chega ao hemisfério sul | Ciência

[ad_1]

Nesta sexta-feira o hemisfério sul viverá o dia mais longo do ano e, portanto, a noite mais curta. O solstício marca o início do verão, uma data longamente venerada pelas culturas antigas. Neste ano, a hora exata em que o sol fica na vertical do Trópico de Capricórnio, momento do solstício ou sol quieto, é às 9h07 (hora de Brasília). O verão austral durará este ano 88 dias e 23 horas e terminará em 20 de março, quando começará o outono. No hemisfério norte os ciclos são exatamente o oposto: hoje é o início do inverno com o dia mais curto e a noite mais longa.

O solstício de verão é a época do ano em que o sol atinge sua maior ou menor altura aparente no céu, de acordo com o hemisfério, as durações do dia ou da noite são as máximas do ano. Se o fenômeno não ocorre no mesmo dia e na mesma hora a cada ano é porque o período orbital da Terra leva 365, 2425 dias, diferença que o calendário compensa com um bissexto a cada quatro anos.

O responsável pelo solstício é o eixo de rotação da Terra, que é inclinado em torno de 23,5 graus em relação ao sol. Isto permite que os dias não tenham sempre a mesma duração, que haja estações e que estas sejam invertidas ao norte e ao sul do Equador. Se o eixo fosse perpendicular ao sol, este sempre nasceria exatamente no leste e se poria no oeste e as noites e os dias durariam sempre o mesmo. Isso acontece apenas dois dias por ano, que chamamos de equinócios.

O Trópico de Capricórnio será onde nesta quarta-feira o sol atingirá sua maior altura relativa máxima. A linha imaginária passa pelos extremos norte da Argentina e do Chile, atravessa o Paraguai e corta o sul do Brasil. Uma peculiaridade do solstício de verão é que no Círculo Polar Antártico o sol não se esconderá abaixo do horizonte e girará em torno do observador, fenômeno conhecido como noite branca. Em breve irá se escondendo pouco a pouco até o solstício de inverno, quando será noite fechada durante 24 horas.

Em Buenos Aires, o dia mais longo do ano começa às 5h37 da manhã, quando os primeiros raios surgem, e termina às 20h06. Desta forma, neste 21 de dezembro o sol estará no horizonte durante 15 horas e 29 minutos. Então começará um processo lento, mas persistente, de encurtamento dos dias até o início do outono.

 

 

[ad_2]
Click aqui e acesse o artigo original
https://brasil.elpais.com/brasil/2018/12/21/ciencia/1545384486_434739.html#?ref=rss&format=simple&link=link

Veja também...

Brasil continuará incomodando países concorrentes no agronegócio, diz ministra – Economia

[ad_1] A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, disse nesta segunda-feira, 11, em Não-me-Toque (RS), onde …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.