quarta-feira, 16 outubro 2019
Início / Conteúdo / Com ‘Despacito’, Luis Fonsi se sente ‘parte da história’ – Almanaque

Com ‘Despacito’, Luis Fonsi se sente ‘parte da história’ – Almanaque

[ad_1]

O porto-riquenho Luis Fonsi, cantor de Despacito, continua fazendo sucesso. O hit, lançado em 2017 em parceria com Daddy Yankee, quebrou um novo recorde e superou 6 bilhões de visualizações no YouTube – tornando-se, assim, o vídeo mais popular de todos os tempos da rede social. “O sentimento é incrível, é como fazer parte da história. Só tenho a agradecer”, disse o cantor, em entrevista ao ‘estado’. No Spotify, principal aplicativo de streaming de áudio, são mais de 1 bilhão de reproduções.

Depois de Despacito e Échame la Culpa – parceria com a cantora americana Demi Lovato, que já atingiu 1 bilhão de visualizações no YouTube -, Luis Fonsi lançou, em 1.º de fevereiro, um novo álbum. Vida mescla músicas nos estilos reggaeton e romântico, que lembram o início de uma carreira de mais de 20 anos. “Não me sinto um cantor romântico, de reggaeton ou de pop. Sou um cantor, apenas.” Luis Fonsi confirmou ao Estado que a parceria com Anitta e Alex Sensation, a princípio de nome Pa’lante, deve ser lançada na metade do ano, sem data definida. O porto-riquenho gosta de projetos em conjunto com outros artistas. “É interessante tanto comercial quanto musicalmente. Você agrega, soma diferentes pontos de vista.”

Apesar de ainda não ter planos de voltar ao Brasil (o cantor esteve no país em 2018 para uma maratona de shows e entrevistas), Fonsi conta ter o desejo de firmar mais parcerias com cantores brasileiros, sem dizer qual seria o favorito para tal nesse momento. Ele já gravou uma versão em português de Despacito com o sertanejo Israel Novaes, além de ter recebido, em seu show no Espaço das Américas, em São Paulo, a cantora Ivete Sangalo. “Gosto do Brasil. É um país magnífico, cheio de arte, de gente bonita. Não sei quando, mas quero voltar. É incrível cantar aí.”

Não só no YouTube Luis Fonsi atingiu marcas históricas. Despacito levou quatro troféus no Grammy Latino 2017, nas categorias melhor gravação, melhor canção, melhor fusão/interpretação urbana e melhor videoclipe. No mesmo ano, o hit chegou a liderar por 16 semanas consecutivas o concorrido Hot 100, lista semanal da Billboard com as cem músicas mais ouvidas e vendidas do planeta. Com isso, igualou-se a One Sweet Day, de Mariah Carey e Boyz II Men, única produção a atingir a marca, em 1995.

Em 2018, foi a vez do prêmio americano Billboard Music Awards (BBMA) reconhecer o sucesso de Despacito, dessa vez, na versão com a participação do cantor americano Justin Bieber. Ganhou em cinco categorias: melhor música latina, melhor clipe musical, música mais vendida, melhor colaboração e melhor música do Hot 100. Quebrou o recorde da icônica Macarena, vencedora de quatro troféus em 1996, e, assim, tornou-se a música latina mais premiada da história do BBMA.

Se ele promete novos hits bombásticos, como Despacito? “Não componho músicas pensando no sucesso, na venda, se vai ter seis, seis mil ou seis bilhões de views. Claro que isso é importante, mas fazer a melhor canção possível sempre é a meta principal”, diz, informando que um novo projeto musical já está em vista.

Biografia

Luis Alfonso Rodríguez López-Cepero nasceu em 15 de abril de 1978, em San Juan, capital de Porto Rico, mas se mudou com a família, aos 10 anos, para Orlando, nos Estados Unidos. O apelido de infância, Fonsi, tornou-se o sobrenome artístico de quem, desde pequeno, já imitava as estrelas do popular grupo Menudo. Lançou seu primeiro álbum, Comenzaré, em setembro de 1998. Hoje, tem 13 álbuns.

Leia mais:

Ivete Sangalo vai participar do show de Luis Fonsi, do hit ‘Despacito’, em SP

Vencedores do Grammy 2018 serão conhecidos neste domingo; veja os indicados

 

 

[ad_2]
Click aqui e acesse o artigo original
https://www.hojeemdia.com.br/almanaque/com-despacito-luis-fonsi-se-sente-parte-da-hist%C3%B3ria-1.697267

Veja também...

Brasil continuará incomodando países concorrentes no agronegócio, diz ministra – Economia

[ad_1] A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, disse nesta segunda-feira, 11, em Não-me-Toque (RS), onde …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.