quinta-feira, 24 outubro 2019
Início / Conteúdo / Briga por Patric: Atlético vence na Fifa, mas clube turco vai ao TAS cobrar 1 milhão de euros – Esportes

Briga por Patric: Atlético vence na Fifa, mas clube turco vai ao TAS cobrar 1 milhão de euros – Esportes

[ad_1]

O lateral Emerson viajou na tarde de quinta-feira (14) pra Espanha a fim de assinar contrato com o Barcelona e o Bétis. A segunda maior venda da história do Atlético também servirá para amortizar dívidas do Galo na Fifa, local de batalhas jurídicas do clube, uma inclusive envolvendo o substituto do lateral-direito no time, Patric, numa cobrança de 1 milhão de euros da qual o Atlético teve vitória inicial.

Criticado pela torcida “volta e meia”, Patric deve perder o posto para Guga, contratado para ser o substituto de Emerson. Patric é motivo de discussão judicial do Galo na Fifa em duelo com o Osmanlispor. O clube turco havia fechado pré-contrato com Patric em 2015, quando o jogador entraria num vínculo com o Atlético cuja a validade seria de seis meses.

Patric acabou ‘rasgando’ o acordo com os europeus e, depois de um castigo, voltou a jogar no Galo. Naquela oportunidade, ele postou foto com camisa e cachecol do Osmanlispor, o qual o Atlético conseguiu provar aliciamento na Fifa e vencer a decisão em primeira instância.

O Osmanlispor não se deu por vencido e entrou com recurso da decisão na Corte Arbitral do Esporte, o TAS. Entre uma discussão e outra, o Osmanlispor chegou a solicitar a transferência do meia-atacante Dodô para dar a questão como encerrada.

Reprodução

Em 2015, Patric assinou pré-contrato com o Osmanlispor, Atlético reverteu situação alegando aliciame

“Em relação ao time turco e o Patric, nós ganhamos a questão na Fifa e iniciamos uma discussão – porque há recurso – se haveria possibilidade, da história de empréstimo de Dodô, para pagar alguma coisa e a gente matar de vez a questão. Mas não houve a  composição. Eles fizeram recurso e a fase está em processo de julgamento. Mas o Atlético ganhou a questão em primeiro grau”, comentou ao Hoje em Dia o vice-presidente do Galo, Lásaro Cândido.

“Provamos que no caso o time turco quebrou as regras ao promover aliciamento em período no qual o Patric não estava autorizado a fazer pré-contrato. Além do mais, o Atlético deveria ser ciente da abordagem faltando seis meses. Provamos que esta abordagem foi acima dos seis meses. O clube postou o jogador com a camisa, algo que não se pode fazer. Galo foi totalmente absolvido pela Fifa”, completou o advogado. 

[ad_2]
Click aqui e acesse o artigo original
https://www.hojeemdia.com.br/esportes/briga-por-patric-atl%C3%A9tico-vence-na-fifa-mas-clube-turco-vai-ao-tas-cobrar-1-milh%C3%A3o-de-euros-1.694035

Veja também...

Brasil continuará incomodando países concorrentes no agronegócio, diz ministra – Economia

[ad_1] A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, disse nesta segunda-feira, 11, em Não-me-Toque (RS), onde …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.