terça-feira, 22 outubro 2019
Início / Conteúdo / Briga interna entre Luan, Ricardo Oliveira e Cazares na artilharia alvinegra no novo Independência – Esportes

Briga interna entre Luan, Ricardo Oliveira e Cazares na artilharia alvinegra no novo Independência – Esportes

[ad_1]

O novo Independência é um marco na história do Atlético, pois a partir da reinauguração do estádio, onde o clube viveu uma das suas grandes fases, nos anos 1950, o Galo voltou a ser protagonista com o Horto como aliado na conquista da Libertadores (2013) e da Copa do Brasil (2014).

Esta era atleticana iniciada em 2012, com o vice-campeonato brasileiro, recheada de craques e gols, criou uma disputa pela artilharia alvinegra no novo palco.

asdc

Ocupada por Jô desde 2013, quando ele foi também o goleador da Copa Libertadores vencida pelo Galo, ela está próxima de mudar de dono.

E dois jogadores em especial do atual grupo estão nessa batalha, sendo que um terceiro mira o Top 5 da lista de goleadores do Atlético no novo Independência.

Diante do Defensor Sporting, do Uruguai, nesta quarta-feira (27), às 21h30, no jogo de volta da terceira fase da Copa Libertadores, se balançar a rede, Luan iguala os 27 gols que Jô marcou no novo Independência.

PASTOR

Ricardo Oliveira está na quarta posição dessa lista, atrás de Jô, Luan e Fred, mas com 21 bolas na rede no Horto, somente com a camisa atleticana, e vivendo uma fase iluminada, parece questão de tempo para o veterano tomar o primeiro lugar desse ranking.

O Top 5 de goleadores do Galo no Independência, a partir de 2012, é fechado por Leonardo Silva, que vive seus últimos momentos como jogador profissional, e Diego Tardelli, que ao preferir o Grêmio ao Atlético nesta temporada em que retornou ao futebol brasileiro, perdeu a chance de participar dessa disputa.

Grudado nos dois aparece o meia equatoriano Cazares, mais um titular do time de Levir Culpi na partida decisiva desta quarta-feira que entra em campo buscando uma vaga no Top 5 de artilheiros alvinegros no Horto.

CHANCE

Num confronto em que o adversário precisa vencer por pelo menos dois gols de diferença para ter a chance de alcançar a vaga no Grupo E da fase de grupos da Copa Libertadores, o Atlético deve ter muito espaço para colocar em prática sua maior arma nos jogos que disputou no Independência nesta temporada, que é o contra-ataque.

Pela diferença técnica entre os dois clubes, evidenciada na partida de ida, semana passada, em Montevidéu, vencida pelo Atlético por 2 a 0, não é otimismo demais esperar uma goleada alvinegra sobre o Defensor Sporting, nesta quarta-feira, no Horto.

E com certeza, Luan, Ricardo Oliveira e Cazares vão batalhar muito para que isso aconteça.

[ad_2]
Click aqui e acesse o artigo original
https://www.hojeemdia.com.br/esportes/briga-interna-entre-luan-ricardo-oliveira-e-cazares-na-artilharia-alvinegra-no-novo-independ%C3%AAncia-1.696502

Veja também...

Brasil continuará incomodando países concorrentes no agronegócio, diz ministra – Economia

[ad_1] A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, disse nesta segunda-feira, 11, em Não-me-Toque (RS), onde …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.