domingo, 20 outubro 2019
Início / Conteúdo / Boletos fazem mal à saúde – Artigos

Boletos fazem mal à saúde – Artigos

[ad_1]

“Aprenda a meditar diariamente para reduzir as perturbações da vida.”

Acabo de voltar de uma viagem rumo ao conhecimento, usando como meio de transporte excelentes livros sobre Filosofia.

Eles me levaram para Atenas, na Grécia de 341 a.C., onde fui recebido por Epicuro, o mestre dos filósofos, a quem fui logo pedindo:

Ensina-me algo que eu ainda não saiba e tenha o poder de mudar a minha vida para melhor.

– Invista em conhecimento – esse é o caminho mais seguro para a felicidade.

– Procure adquirir mais conhecimento exterior, através de leituras e experiências de vida.

– Procure adquirir mais conhecimento interior, mais autoconhecimento, principalmente através da meditação diária.

Epicuro entrou para a História como o homem que quis transformar a Filosofia numa terapia para a alma.

Ele se empenhou tanto na sua missão que acabou criando o “Tetrafármaco” um conjunto simbólico de quatro remédios necessários para a cura da alma (em especial a ansiedade humana). Eles preconizavam:

-Não tenha medo dos deuses. Troque-o pela substituição de suas crendices e superstições pelo aumento do conhecimento.

-Não tenha medo da morte. Troque-o por mais coragem para viver. Saiba que enquanto você estiver vivo a morte não estará presente e quando a morte estiver presente você não mais estará.

– Não tenha medo da solidão, use seus momentos de isolamento para se concentrar e meditar na busca do equilíbrio e da felicidade e complemente-os promovendo encontros com seus amigos para compartilhar conhecimentos que os tornem pessoas melhores.

– Não tenha medo da dor, busque superá-la através de ações equilibradas que aumentem suas sensações de alegria e prazer e que reduzam suas sensações de dor e sofrimento.

Ao traduzir a filosofia de Epicuro para os dias de hoje, o famoso filósofo Alain de Button nos sugere:

Livre-se das sensações de infelicidade, principalmente aquelas derivadas das dores impostas pela forte compulsão por compras e pelo consumo desenfreado e desnecessário.

O comércio, a mídia e as propagandas em massa nos bombardeiam o tempo todo com mensagens que visam nos gerar desejos pelos seus produtos que prometem suprir em vão os vazios interiores que às vezes temos.

O consumo além do que é necessário é tão inútil quanto um vaso que transborda.

Fuja dessa armadilha, pois os boletos fazem mal para a saúde.

*Palestrante, consultor e fundador do Blog do Maluco

 

[ad_2]
Click aqui e acesse o artigo original
https://onorte.net/opini%C3%A3o/artigos/boletos-fazem-mal-%C3%A0-sa%C3%BAde-1.695163

Veja também...

Brasil continuará incomodando países concorrentes no agronegócio, diz ministra – Economia

[ad_1] A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, disse nesta segunda-feira, 11, em Não-me-Toque (RS), onde …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.