terça-feira, 18 junho 2019
Início / Conteúdo / Balanço mineiro

Balanço mineiro

[ad_1]

América, Atlético e Cruzeiro iniciam neste fim de semana o terço final do Brasileirão e grandes desafios aguardam os três mineiros, que terão 12 rodadas para buscar seus objetivos.

Falar em título é sonho, pois quem tem mais chances é o Atlético, que aparece com apenas 1%, segundo o site Probabilidades no Futebol, da UFMG.

Mas isso não significa que americanos, atleticanos e cruzeirenses não viverão emoções na reta final. Muito pelo contrário, pois o Coelho tenta, pela primeira vez, disputar a Série A por dois anos seguidos nos pontos corridos. Galo e Raposa têm no Brasileirão um trampolim para a Libertadores de 2019, embora o Cruzeiro ainda possa buscar a vaga nas duas copas que ainda disputa.

Na Copa do Brasil, é finalista pelo segundo ano seguido e decide o título com o Corinthians em 10 e 17 de outubro. Se for bi, em sequência, e hexa, no geral, o Cruzeiro garante presença na Libertadores 2019.

Na atual edição, a Raposa faz a volta das quartas de final contra o Boca Juniors, quinta que vem, no Mineirão, com a desvantagem de ter perdido por 2 a 0 em Buenos Aires.

Caso não vença uma das duas copas, o Cruzeiro terá de buscar presença na Libertadores 2019 no Brasileiro. Para isso, deve precisar no mínimo de 20 dos 36 pontos que ainda disputa, um aproveitamento de 55,55%, superior ao que tem no momento, que é de 47,44%.
 
AMÉRICA
O Coelho vive situação mais tranquila que a da Raposa, pensando apenas na busca do seu objetivo dentro do Brasileirão. Nas 12 rodadas finais, com uma dúzia de pontos e um aproveitamento de 33,33%, tem apenas 20% de chances de ser rebaixado.

Nas primeiras 26 rodadas, o América conquistou 39,74% dos pontos. Se alcançar o mesmo desempenho nas últimas 12 partidas, somará mais 14 e chegará aos 45, marca que o torcedor usa como referência contra o rebaixamento, que neste ano deve ser evitado com menos.
 
ATLÉTICO
Para o Galo, a final dos sonhos da Copa do Brasil era entre Flamengo e Palmeiras, dois times que estão à sua frente na Série A e que poderiam abrir uma vaga a mais na fase de grupos da Libertadores, aumentando o “G-6”.

A classificação de Corinthians e Cruzeiro dificulta a vida do time de Thiago Larghi na batalha pela vaga direta na competição.

Dos cinco times que estão neste momento à frente do Atlético na tabela do Brasileirão, pelo menos quatro terão de buscar a vaga na fase de grupos da Libertadores via Série A.

São Paulo, Internacional e Flamengo disputam somente o Campeonato Brasileiro. Além disso, Palmeiras e Grêmio só estão na Libertadores, e apenas um deles pode ganhar a competição de 2018, na qual têm a vaga nas semifinais bem encaminhada.

Por isso, as próximas três rodadas da Série A serão fundamentais para o Atlético, pois enfrentará três times da parte de baixo da tabela (Sport, Chapecoense e América).

O Alvinegro tem quase 70% de chances de ir à Libertadores 2019, segundo os números da UFMG, mas eles se referem ao “G-6”.

Quando se fala de vaga na fase de grupos da Libertadores 2019, o Galo deve precisar de algo próximo a 27 pontos, ou nove vitórias nos 12 jogos finais. O desafio é duro para o time de Thiago Larghi.

 

[ad_2]
Click aqui e acesse o artigo original
https://onorte.net/esporte/balan%C3%A7o-mineiro-1.659766

Veja também...

Brasil continuará incomodando países concorrentes no agronegócio, diz ministra – Economia

[ad_1] A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, disse nesta segunda-feira, 11, em Não-me-Toque (RS), onde …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.