quarta-feira, 26 junho 2019
Início / Conteúdo / Atlético sai atrás do placar, mas vira e aplica maior goleada da história sobre o Sport: 5 a 2 – Esportes

Atlético sai atrás do placar, mas vira e aplica maior goleada da história sobre o Sport: 5 a 2 – Esportes

[ad_1]

Gols não faltaram no Independência na tarde deste domingo (30). No duelo contra o Sport, o alvinegro precisou de 30 minutos para igualar a maior goleada sobre o time pernambucano – conquistada anteriormente em 1983 e 2012, nas vitórias por 4 a 1 – e de mais 26, na segunda etapa, para superá-la.

Com o triunfo por 5 a 2 na 27ª rodada do Campeonato Brasileiro, o de número 25 na temporada, o time comandado por Thiago Larghi permaneceu na quinta colocação, com 45 pontos, e abriu oito de vantagem para o Cruzeiro, arquirrival e sexto colocado. Em relação ao Grêmio, quinto na tabela, a diferença é de quatro pontos.

No próximo sábado (6), o desafio dos atleticanos será na Arena Condá, no Sul do país. Às 16h, o time encara a Chapecoense. 

O jogo

Um susto, logo aos seis minutos, podia ter colocado em xeque o poder de reação do Atlético no Brasileirão. O gol contra, marcado pelo zagueiro Leonardo Silva, assustou o torcedor nas cadeiras do Independência, mas não os jogadores do alvinegro. A resposta, inclusive, veio no minuto seguinte, com o gol de Elias; o 18º do volante pelo clube.

Aos 25, de pênalti, o lateral-esquerdo Fábio Santos colocou os donos da casa na frente. Completando 134 jogos no time mineiro, o camisa 6 chegou ao décimo tento. Mas o “Galo Doido” não parou por aí; a equipe estava inspirada.

Aos 27, veio o terceiro. Mais uma vez nos pés de um lateral. Desta vez, quem balançou as redes foi Emerson. O jovem, de 19 anos, acertou um belo chute e ampliou o marcador. Realizando a 14ª partida pelo Atlético, o ex-jogador da Ponte Preta sentiu o gostinho de anotar o primeiro dele em terras mineiras.

Impossível, o Atlético chegou ao quarto gol dois minutos depois, após bobeada do zagueiro Durval e do goleiro Magrão. O equatoriano Cazares, com muita esperteza, se antecipou aos dois, pegou a bola e, livre, só teve o trabalho de empurrá-la para o fundo do gol.

Para melhorar a situação do time mandante, Durval recebeu o segundo amarelo, aos 32, e acabou expulso. Desde maio de 2014 ele não recebia um vermelho.

Segundo Tempo

Relaxado pelo placar elástico e pela vantagem númerica, o Atlético entrou para o segundo tempo com a marcha reduzida. A velocidade só aumentou após ser surpreendido pelo Leão, que diminuiu o marcador aos 11, com Michel Bastos.

Empurrado e cobrado pela torcida, o time atleticano voltou a pressionar a defesa adversária e acabou recompensado. Aos 26, foi a vez do artilheiro Ricardo Oliveira superar magrão. Com o 5 a 2, o Galo superava ali a maior goleada da história dos mineiros sobre os pernambucanos. O Pastor, por sua vez, chegou aos 20 com a camisa preta e branca; 11 só no Brasileirão.

Depois disso, a partida esfriou e o placar no Horto não foi alterado. No final, sobraram aplausos pela bela atuação em casa.

[ad_2]
Click aqui e acesse o artigo original
https://www.hojeemdia.com.br/esportes/atl%C3%A9tico-sai-atr%C3%A1s-do-placar-mas-vira-e-aplica-maior-goleada-da-hist%C3%B3ria-sobre-o-sport-5-a-2-1.660014

Veja também...

Brasil continuará incomodando países concorrentes no agronegócio, diz ministra – Economia

[ad_1] A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, disse nesta segunda-feira, 11, em Não-me-Toque (RS), onde …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.