domingo, 17 novembro 2019
Início / Conteúdo / Aos 19 anos, formada em nutrição e destaque da turma – Educação

Aos 19 anos, formada em nutrição e destaque da turma – Educação

[ad_1]

Para muitos estudantes, o plano é concluir o ensino médio aos 18 anos e, só então, ingressar na tão desejada faculdade. Para a cearense Andressa Lima Ferreira, no entanto, o processo foi um pouco mais rápido: aos 16, ela começava o curso de nutrição. Agora, aos 19, a jovem se despede do ambiente acadêmico, com diploma na mão, sendo considerada a universitária destaque da turma.

Nascida em Tauá (CE), Andressa realizou o sonho da graduação pelas Faculdades Integradas do Norte de Minas (Funorte). A formatura foi na noite da última sexta-feira. “Um momento de gratidão e encerramento de um ciclo”, define.

Ela conseguiu entrar no ensino superior com 16 anos após ser submetida a provas equivalentes ao 3º ano do médio, o que deu a ela a certificação de conclusão da etapa educacional. As avaliações foram aplicadas pela secretaria de Educação da terra natal.

Ao mesmo tempo, a recém-formada fez as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), conquistando 670 pontos. “Sempre estudei para os testes, atualizando as matérias. Na escola eram aplicados simulados”, relembra.

A pontuação foi suficiente para Andressa Lima tentar uma vaga na educação superior. A alegria, entretanto, se misturou à muita surpresa. “Por ser antes da hora que eu esperava. Mas foi uma felicidade muito grande. Eu não acreditava que fosse conseguir”.

 

OPÇÃO

Na hora de decidir onde estudar, a jovem garante que já pretendia ir para Montes Claros, por ter familiares na cidade. Por meio de pesquisas, percebeu que a Funorte seria o lugar ideal para cursar nutrição.

Segundo ela, na escolha pesaram as notas de destaque da faculdade no Ministério da Educação (MEC), a estrutura e os planos de estudos. “O que me deu a certeza de formar no tempo que já estava sendo estipulado. A instituição me passou muita confiança”.

Andressa conta, ainda, ter passado por um período difícil de adaptação à nova rotina. “Tudo aconteceu muito rápido, só caiu a ficha que eu estava aqui depois de cinco dias da mudança”, afirma.

A saudade dos pais e das irmãs, que ficaram no Ceará, também pesou. A distância e os novos caminhos, porém, significaram um nível a mais na vida. “Se conhecer é o princípio para se firmar em qualquer lugar, ou seja, só é possível dar continuidade no que queremos se soubermos quem somos. É um processo de amadurecimento que eu tive aqui, e fez toda diferença na minha vida”.

 

PLANOS

Agora, formada, Andressa Lima quer voltar para o Ceará. A ideia é matar a saudade dos pais, que não puderam vir à colação de grau. A jovem não descarta, porém, vir a morar em Montes Claros.

A cearense também planeja ingressar no mercado de trabalho. “Mas quero muito um mestrado, um doutorado, uma especialização. Desde que entrei na faculdade, com 16 anos, comecei a acreditar mais no que posso fazer. Então, vou me esforçar e fazer algo que vá contribuir de maneira significativa, porque eu creio que é isso que pode impactar outras gerações e ajudar outras pessoas no presente e no futuro”.

Por meio da nutrição, Andressa afirma que poderá ajudar muitas pessoas. “Não só quando elas estão doentes, mas também melhorar a expectativa de vida e evitar que a população seja acometida com alguma enfermidade”, conclui.

*Sob supervisão do editor

[ad_2]
Click aqui e acesse o artigo original
https://onorte.net/educa%C3%A7%C3%A3o/aos-19-anos-formada-em-nutri%C3%A7%C3%A3o-e-destaque-da-turma-1.681804

Veja também...

Brasil continuará incomodando países concorrentes no agronegócio, diz ministra – Economia

[ad_1] A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, disse nesta segunda-feira, 11, em Não-me-Toque (RS), onde …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.