domingo, 17 fevereiro 2019
Início / Conteúdo / Zema pretende revogar decreto que autoriza retenção de repasses às prefeituras – Primeiro Plano

Zema pretende revogar decreto que autoriza retenção de repasses às prefeituras – Primeiro Plano

Romeu Zema (Novo), afirmou, nesta terça-feira (12), que vai revogar o decreto 47.296/17, de autoria do ex-governador Fernando Pimentel (PT), que autoriza o Executivo a reter repasses dos municípios. O anúncio foi feito em reunião com 35 deputados federais mineiros, na Cidade Administrativa.

Publicado em novembro de 2017, o decreto instituiu o Comitê de Crise do Estado, responsável por definir a destinação de todo o dinheiro que ingressa nos cofres públicos. Na prática, a publicação também autoriza o Executivo a reter os repasses do ICMS por tempo indeterminado — de acordo com a Constituição Federal, 25% da arrecadação do ICMS devem ser repassados de imediato às prefeituras.

Além da revogação do decreto, o governador de Minas pretende parcelar os valores devidos às prefeituras, que ficaram pendentes de pagamento na gestão de Pimentel. Atualmente, a dívida do Estado com os municípios está em R$ 12,7 bilhões, referentes a repasses atrasados de ICMS, IPVA e Fundeb.

“O decreto será revogado. Já estamos fechando acordo com Associação Mineira de Municípios (AMM) a respeito dos valores anteriores (que a antiga gestão não repassou às prefeituras), que serão parcelados, infelizmente, mas só assim para colocarmos mais essa conta em dia”, afirmou o governador.

Plano

Segundo Julvan Lacerda, prefeito de Moema e presidente da Associação Mineira dos Municípios (AMM), a revogação do decreto é um passo importante, mas ainda é essencial que o governo acerte um plano para regularizar os repasses dos impostos deste ano.

“É uma medida justa, claro, esse decreto nem deveria existir porque é inconstitucional. Agora, queremos que o governo acerte as datas para que as prefeituras se tranquilizem em relação aos repasses desse ano de ICMS, Fundeb e IPVA. Não estamos cobrando repasses dos outros anos, esses entendemos que o único jeito é parcelar, como o governador se dispôs a fazer. Então, queremos essa definição”, disse Julvan.

Apesar do anúncio, o governo de Minas ainda não definiu uma data para a revogação do decreto 47.296/17 e nem um prazo para regularizar os repasses de 2019 às prefeituras.

Leia mais:

Zema sela acordo com CGU e vai criar núcleo para prevenir e combater fraudes

Com dólar em alta e preços atrativos, imóveis de BH viram opção de investimento para quem mora fora

Romeu Zema anuncia leilão de mais de 2 mil veículos paralisados do Estado


Click aqui e acesse o artigo original
https://www.hojeemdia.com.br/primeiro-plano/zema-pretende-revogar-decreto-que-autoriza-reten%C3%A7%C3%A3o-de-repasses-%C3%A0s-prefeituras-1.693381

Veja também...

Após tumulto, torcedores entram no Maracanã para ver Vasco e Fluminense – Esportes

A Polícia Militar do Rio de Janeiro informou que a abertura dos portões do Estádio …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: