sexta-feira, 15 novembro 2019
Início / Conteúdo / Fugir do branco no Réveillon é boa pedida para quem quer atrair novas vibrações – Plural

Fugir do branco no Réveillon é boa pedida para quem quer atrair novas vibrações – Plural

[ad_1]

Quebrar o tradicional branco para a passagem de ano é o objetivo de muita gente. No rol de motivos, atrair intensas vibrações, sentimentos como amor e alegria e, claro, conquistar a prosperidade financeira.

O estilista da marca mineira Skunk, Bruno Nascimento, atribui o aumento das cores no Réveillon à modificação de padrões, movimento presente nos dias atuais. “Hoje, temos mais pessoas aderindo à cromaterapia, vide que até existe chuveiro com luzes coloridas para reenergizar, e à colorimetria, que é o estudo pessoal de cores feito na consultoria de imagem”, ressalta.

Essa análise de coloração personalizada já está amplamente difundida na internet, por exemplo. Tem gente fazendo até um pré-estudo antes de ir às compras ou mesmo alugar peças. É o que percebe Graziela Bicalho, proprietária da Dress and Fun, no Belvedere, região Sul de BH.

“As pessoas estão preocupadas com mais do que a tendência, veem o que fica bem para elas. A cor certa valoriza, ilumina e realça o modelo. Todos querem ser mais assertivos”, relata a empresária que trabalha com locação de vestidos.

Simbologia

Preferir outras cores ao invés do branco pode ser interessante para quem quer mudanças e quebrar tradições. No entanto, ele não será deixado de lado nem está fora de moda. Pelo contrário: segue em alta e ocupa vitrines. Também carrega um forte simbolismo, que dificilmente será quebrado. 

Confira outros modelos e cores ao fim da matéria, na galeria de fotos

Weber Pádua/Divulgação

Skunk

Verde tem significado amplo

“Na cultura ocidental, temos uma simbologia muito forte com o branco, que é relacionado a paz, transparência, mudança e pureza. Além de ser um clássico”, afirma Luiza Oliveira, fundadora da Plural Espaço de Moda, localizado na Savassi.

A empresária, que também é consultora de estilo, destaca que a relação com as cores é muito individual e cultural. Enquanto que, por aqui, é o branco a cor para receber o novo ano, em outros países, ele não é tão querido assim. Além disso, muitas cores têm ganhado outros significados nos últimos tempos, como o rosa.

“Cada cor tem uma construção simbólica pautada em um contexto que é histórico e cultural e temos mudanças de sentido ao longo dos anos. O rosa, que tradicionalmente tem a ver com a delicadeza, afetividade e feminilidade em um sentido frágil, vem tomando outro viés. Tornou-se cor de protesto usada por movimentos feministas, ganhando ares de empoderamento”, explica Luiza Oliveira.

Weber Pádua/Divulgação

Skunk

Rosa mais claro é ligado à feminilidade e delicadeza

Editoria de Arte

Significado das cores

Clique para ampliar ou salvar

Leia mais:

Diversão na passarela: Minas Fashion Kids aposta na força da moda infantojuvenil

Curso do Senai profissionaliza detentas para atuar no mercado de confecção

Da nossa terra: moda mineira encanta compradores no Brasil e pelo mundo

 

[ad_2]
Click aqui e acesse o artigo original
https://www.hojeemdia.com.br/plural/fugir-do-branco-no-r%C3%A9veillon-%C3%A9-boa-pedida-para-quem-quer-atrair-novas-vibra%C3%A7%C3%B5es-1.677676

Veja também...

Brasil continuará incomodando países concorrentes no agronegócio, diz ministra – Economia

[ad_1] A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, disse nesta segunda-feira, 11, em Não-me-Toque (RS), onde …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.